Artigos > Alkíndar de Oliveira


O Espírita "Fazedor" - Onde Estão os Espíritas?
Alkíndar de Oliveira

Caro leitor, hoje muitos não espíritas têm uma idéia totalmente deformada do que é o Espiritismo. Associam-no com seitas outras, que as respeitamos, mas que, com exceção do natural fenômeno mediúnico, nada tem a ver com nossa Doutrina.

Hoje o verdadeiro Espiritismo (por que temos que escrever “verdadeiro” Espiritismo?) ainda é, sejamos sinceros, desconhecido pela maioria das pessoas.

Voltemos ao passado.

Qual era, nas primeiras décadas do século XX, a reação da população brasileira em relação ao Espiritismo?

Eu não estava lá. Mas dá para imaginar como era. Num país predominantemente católico, onde os preconceitos eram ainda mais evidentes e absurdos do que hoje, dizer-se “espírita” era, metaforicamente falando, colocar a corda no pescoço.

Imagine numa época como aquela alguém atrever-se a abrir uma Escola “Espírita” num país eminentemente católico. Imagine ainda, para ampliar a dificuldade, abrir esta Escola Espírita no estado – naquela época - mais católico do país, Minas Gerais. Imagine, vamos continuar ampliando a dificuldade, que essa pessoa resolvesse, de maneira ostensiva, colocar o nome de Allan Kardec na denominação da escola?

Um louco, muitos poderiam dizer.

Um “fazedor”, nós espíritas temos que afirmar.

Eurípedes Barsanulfo deu naquela época, com a criação do Colégio Espírita Allan Kardec, um exemplo do que é um espírita “fazedor”.

Espírita “fazedor” é aquele em que você consegue ler em sua testa a palavra: “resultados”.

Ele procura freneticamente alcançar: resultados.

Ele faz palestra, participa de Congressos espíritas, mas não desgruda-se da sua boa obsessão: resultados.

É o que proponho a você, caro leitor, seja um espírita “fazedor”.

O Espiritismo irá alcançar o espaço que merece não pelos espíritas participantes e organizadores de congressos ( que, diga-se de passagem, são necessários ), não pelos espíritas que proferem palestras interessantes e escrevem belos textos ( também necessários ). O Espiritismo irá alcançar o espaço que merece através dos espíritas “fazedores”.

Seja um espírita “fazedor”

No final de 1.998 li num jornal espírita a afirmação que “o Espiritismo é a doutrina que mais cresce em nosso país”!!!

Será?

Alguns meses antes havia conversado com uma irmã espírita, e exemplar batalhadora, que disse-me que em sua cidade (Jandira, na região do grande São Paulo), havia 70 igrejas evangélicas e 2 (dois!!!) Centros Espíritas.

Onde, de fato, estão os espíritas?

Abraham Lincoln, líder que a história o consagrou, disse que “se pudéssemos saber primeiramente onde estamos e para onde nos dirigimos, teríamos a noção do que fazer e poderíamos julgar a melhor maneira para tal”.

Que tal seguir o conselho de Abraham Lincoln?

Vamos lá. Vamos procurar saber primeiro “onde estamos”.

Primeiro, vamos partir de fato constatado em pesquisa feita pela TV Manchete nos idos de 1.997:

82% DOS BRASILEIROS CRÊEM NA REENCARNAÇÃO.

Depois dessa constatação, usemos da lógica:

SE 82% DOS BRASILEIROS CRÊEM NA REENCARNAÇÃO, ENTÃO A MAIORIA DOS BRASILEIROS PROFESSA O ESPIRITISMO OU OUTRA DOUTRINA REENCARNACIONISTA.

Mas a realidade é bem diferente do que a lógica nos dita:

A MAIORIA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA É CATÓLICA.

Interessante!!!

Estamos com a faca e o queijo na mão ( uma vez que a maioria da população crê na reencarnação ) mas não estamos sendo eficazes. Somos uma minoria. E bota minoria nisso!!! Constate, a seguir, como somos de fato uma minoria:

Um dos mais sérios institutos de pesquisas do país, o Datafolha, fez, em julho de 1.998, uma pesquisa para a revista Época com o objetivo de chegar ao número de seguidores das diversas religiões do país. Resultado da pesquisa:

CATÓLICOS: 121,8 milhões
EVANGÉLICOS: 12,4 milhões
JUDEUS: 86 mil
UMBANDA E CANDOMBLÉ: 648 mil
OUTRAS: 2,1 milhões.

Esse foi o resultado da pesquisa.

Epa? Mas, e os espíritas? Não apareceram na pesquisa?

Apareceram sim.

Onde?

No item “OUTRAS”!!!

Isso mesmo. No item “OUTRAS”.

Fazendo aqui um parêntese:

Você reparou que todas as vezes que há um fato religioso em destaque, a imprensa entrevista autoridades católicas, pastores evangélicos, rabinos, mas nunca entrevistam espíritas?

Preconceito da imprensa?

Não.

Os católicos, os evangélicos e os judeus têm ASSESSORIA DE IMPRENSA.

Os espíritas têm assessoria de imprensa?

É, meu irmão...,

num país onde, nas novelas das televisões, se ouve freqüentemente os artistas falarem “na minha próxima reencarnação..”.;

num país que tem Chico Xavier (um dos maiores vendedores de livros do mundo);

num país de Divaldo Pereira Franco (quem no Brasil leva aos auditórios mais público do que ele?);

num país onde a maioria das pessoas acredita na reencarnação, onde estão os espíritas?

Onde estão os espíritas?