Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Sáb, 04/Abr/2020 20:19
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 1096 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 68, 69, 70, 71, 72, 73, 74  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Sáb, 09/Abr/2016 21:41 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Com sinceridade gostaria de saber quem foi que fez a postagem anterior no dia 16/Jan/2016 10:31?

No final fica parecendo que fui eu mesmo, pois está com a minha assinatura padrão, mas não fui eu que fiz tal postagem.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Mai/2016 20:21 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
2 - Escritos nas páginas 10; 15; 21; 23 a 25; 28 a 33.
(“É nobre e profunda a obra do Educador! Que o digam os Mestres!”, pág. 10). Professor, Educador e Mestre! Todos foram primeiro alunos cada um teve sua história única e insubstituível. Eu também fui aluno e tive bons, ótimos e péssimos professores e pouquíssimos Mestres.
O Toninho (Antonino) foi um dos meus Mestres. Ele era 6 anos mais velho do que eu. Em 1957 ele estava no último ano lá no Seminário Seráfico Santo Antônio e era o meu 1º ano lá, então ele estava 7 anos na minha frente na carreira estudantil.
Para existir o Mestre torna-se necessário a existência dos discípulos, mas o Mestre que é realmente Mestre nunca deseja ter discípulos, mas Mestres em formação. E o Toninho foi um grande Mestre. (18/08/2011).
(“Fiquei nervoso com Dulce por não ter levado a menina para fora do quarto, mas reconheci logo que eu estava exagerando”. Pág. 15). Esse aspecto era muito típico do Toninho jovem e adulto, antes dos 35 anos, ou melhor, antes dele se tornar o Grande Mestre da Vida e para a Vida de muitos.
Eis aqui a “essência” do Grande Mestre em formação e formando futuros mestres, que nem sonham o que serão no futuro como seres humanos e únicos. (19/08/2011). (“Novamente nas salas de aula. Fico nervoso com as conversinhas”. Pág. 17).
13 aulas. 13 aulas. Dar 13 aulas por dia, isto dá muito mais de 16 horas de trabalho. Os políticos deveriam saber disto e valorizar mais os “professores” e não ficarem olhando só para os polpudos umbigos. (20/08/2011). (“Dia 17/04/74”. Pág. 21).
Fazer mais e com mais qualidade vale sim muito mais. Dar 13 aulas (pag. 21) por dia é algo quase impossível, mas o Toninho tinha que fazer isso para sobrevier como PROFESSOR. Só grandes Mestres conseguem isso e o Toninho foi sim um Grande Mestre. (20/08/2011). (“Só que eu pergunto: fazer mais valeria mais?” Pág. 23).
Lendo essa carta ou redação da Rosa tudo o que eu escrevi acima é confirmado por uma aluna do meu amado e querido irmão. (20/08/2011).
Gostaria de saber qual foi a nota que a Rose recebeu para que ela continuasse amando a VIDA e descobrindo o AMOR por onde passar. Eu daria a Rosa a nota máxima, pois ela compreendeu os ENIGMAS da VIDA e com muito amor e sabedoria.
Eu gosto de falar assim: “Para tudo existe um limite e o limite de cada um é a sua capacidade de entender, compreender e avançar cada vez mais”. (20/8/11). (“Esse mar, para mim é o infinito, é o não ter limites, é a plenitude total atingida no ato único da consciência”. Pág. 24).
E necessário ter muito cuidado com a “fé” ou “o valor psicológico da fé” (pág. 25), pois a fé cega e não nos deixa ver o caminho da Verdade nua e crua. (20/08/2011).
Para destruir o que os outros construíram e destruir VIDA. (20/08/2011). (“O político consegui o que quer no mundo. Até mandar construir foguetes, armas e bombas”, pág. 25).
Isso cheira um monismo, que distorce a realidade da Verdade. (20/08/2011). (“Somos uma única realidade. Sou capaz de me amar no outro, me sentir feliz quando, em silêncio, me deixo existir na realidade do outro”. Pág. 25).
Isso tem um aspecto filosófico de panteísmo ou monismo (29/08/2011). (“Mas como decodificar o absoluto, o único, infundido nos vários?... Mas há uma percepção maior, uma presença intuitiva uma realidade única abrangendo as formas”. Pág. 28).
Deus é o absoluto, único, o realmente eterno, bom perfeito, sábio e humilde. Deus é o primeiro criador, mas não guardou o poder criador em absoluto segredo só para Ele. Existem criadores criados, que não respeitam a liberdade e o direito dos outros, como Deus sempre respeitou, respeita e respeitará. (29/8/11).
O poeta sente e expõe seus sentimentos. Os sentimentos se perdem no Um e no Todo da Criação. Os sentimentos são as expressões do modo de sentir de cada UM. É por isso que gosto da Matemática e sou matemático, que exprime seus sentimentos ou pensamentos por meio do gnosticismo filosófico. (29/08/2011). (“Ele (=o João Cabral de Melo Neto) é um poeta consciente, racional. Mas é poeta. Tão poeta e tão místico”. Pág. 29).
Antonino: 13 aulas. (Pág. 30). Isso quer dizer 13 horas de trabalho diário dentro de sala de aula. Isso nunca poderia existir, mas é fruto da ineficiência do esquema de ensino no Brasil: o “professor” tem pouco valor. (29/08/2011).
13 aulas! (Pág. 31).
Isso é muito próprio do Toninho. Como tentei buscar esse pensador para a “causa da solução de todos os problemas da humanidade por meio da Matemática”: Fazer somas e divisões perfeitas! Mas essa é a missão do matemático e não do poeta, que se pode perder no inacessível poder de pensar.
O grande mestre e destruidor dos poetas, que estão perdidos na imensidão do pensamento, que é NADA. (29/08/2011). (“Gosto de me ver ultrapassando as raízes do cérebro e partindo para mais, para o muito além do mais”. Pág. 32).
Todo ser humano é um indivíduo (29/08/2011). (“Uma turma vai, outra vem. É o ser humano que eu amo. E não os indivíduos apenas”. Pág. 33).
Trabalhar e estudar não são nada fáceis. Quem realmente quiser aprender para entender como vencer com sabedoria e AMOR na Vida terá que esforçar desde pequeno e querer sempre algo MAIS. (30/08/2011). (“Ela trabalha o dia todo e estava na quinta aula. Acho que é pesado, desumano, cinco aulas à noite. Mas é vida de estudante!”. Pág. 33).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Mai/2016 20:51 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
3 - Escritos nas páginas 34; 35; 37; 39; 41; 42; 45 a 50.
Eu descobri que só existe o PRESENTE, então é só nele que eu habito e assim “Eu Sou Aquele Que Sou”. O passado deve ser estudado, pesquisado, dissecado e compreendido para saber como agir melhor e melhor no PRESENTE, pois só assim irei transformar o futuro, que quando chegar se transforma no PRESENTE. É por isso que só habito o PRESENTE. (30/08/2011). (“O ontem, o hoje e o amanhã se integram. E eu habito sempre, eu habito o ontem, o hoje e o amanhã. Numa atitude de doação e de espera”. Pág. 34).
“A sociedade de consumo” é produzida por “seres humanos”, que buscam sempre mais e mais “dinheiro” e assim massacram os “próprios seres humanos”, que ainda não se humanizaram, pois só pensam em coisas materiais e se esquecem do AMOR vivido e convivido. (30/08/2011).
Essa magia é fruto do sentimento egoísta do TER mais e mais para conquistar o PODER e depois TER mais ainda para manter o PODER. Só agora o Kadafi caiu na Líbia, onde tudo era dele. (30/08/2011). (“Nuca enxerguei nele (=o dinheiro) a solução. Nunca via na magia da moeda, no encontro das notas que me ofuscavam, a mercadoria de minhas angústias e ideais”. Pág. 35).
Eis aqui as somas imperfeitas e divisões imperfeitas, mas elas são frutos de homens egóicos e egoístas e num futuro bem distante irão ser altruístas e plenos de AMOR: Evolução. (30/8/11). (“hoje eu entendo até a tão decantada filosofia da industrialização e da produção que desenvolve um povo, entregando milhões a uma minoria e deixando outros na obrigação de apenas passar de lado”. Pág. 37).
Resumindo: Eis a busca pela PAZ PLENA. (30/08/2011).
13 aulas (“Um dia de treze aulas”. Pág. 39).
Aqui no Planeta Terra não! Isso vai ter um fim sim! Num futuro, que muitos já esperam virá a Paz Plena! Agora no plano cósmico sim, pois haverá “espíritos novos”, que serão alunos e aprendizes em algum lugar na imensidão do Cosmo. (“Cadeia, castigo, conflito sempre existirão entre os homens”. Pág. 41).
13 aulas. (“Mas amanhã terei treze aulas”. Pág. 41).
É o jogo da VIDA! (Veja a 1ª carta para o frei Basílio). (“Meus olhos íntimos me mostram a presença real dos homens na luta constante de um jogo que não pára”. Pág. 41).
Sócrates, Platão e Aristóteles: três grandes mestres, que tiveram várias encarnações na terra (Ver contra conta 2). (30/09/2011). (“Tudo é silêncio e reflexão. As alunas respondem questões sobre Sócrates, Platão e Aristóteles”. Pág. 42).
Pág. 45. Psiquiatra – De 1980 a 1985, quando fui “paciente” (ou “cliente”, conforme o PA) de alguns psiquiatras e, como nenhum deles me compreendeu e me ajudou de verdade, então foi criada dentro de mim uma ojeriza pela psiquiatria. Os psiquiatras deveriam ser os “médicos” mais espiritualizados, mas são os mais materialistas dos homens da medicina. A minha ojeriza pelos psiquiatras só terminou quando li os livros do psiquiatra norteamericano, o Dr. Brian L. Weiss a partir de 1996. Este psiquiatra, que se dizia ateu agnóstico, tornou-se um grande espiritualista e divulgador das vidas sucessivas dos “espíritos”. (“E que houve conflitos terríveis em todo o processo evolutivo por qual me vi adentrado. Uma vez quiseram me levar ao psiquiatra. Resisti e me afastei. Foi angustiante, mas não cedi”. Pág. 45).
Que maestria é essa do Toninho! Só mestres o compreendem bem e profundamente. (21/08/2011). (“Deixa, então ir 1974. E que venha o outro que também irá. Há uma pergunta gritando nos ares do mundo, brotando da terra, das águas que matam e que fecundam. Há uma busca nas raízes e nos vermes, escorrendo pelas sendas do cosmos, cheio de folhas vivas e secas. Há uma morte sorrindo vida, uma vida chorando morte. Há todo um estraçalhar de dores e ansiedades no arrastar dos monstros e dos átomos. E em meio a isso tudo onde fica a consciência dos tempos?” Pág. 46).
Concordo.
Eis aqui a labuta e a lida no jogo da VIDA e só ganha aquele que se esforça e aprende todas as regras do JOGO. (Vida a 1ª carta para o frei Basílio). (“Isso me leva a ler e acompanhar a situação das coisas e a luta do homem. Sinto tremendamente a limitação, mas não me intimido nem me afinarei no comodismo”. Pág. 46).
Toninho e Basílio: dois grandes e iluminados espíritos, reencarnados aqui na terra para o trabalho maior da vontade do Espírito de Jesus. Trabalho esse que é a construção real e verdadeira do Reino de Deus entre nós. Jesus fez um secreto e grande plano para fechar o 2º milênio cristão com “chave de ouro” e trabalhar pela PAZ e pela VERDADE, por meio da Libertação interior de cada um. (01/09/2011). (“O primeiro fim de semana, após o início das aulas, me trouxe a visita de Frei Basílio”. Pág. 47).
A T. L. e T. V.
50 aulas por semana! (“Dou minhas cinquenta aulas por semana”. Pág. 48).
E eu digo: “Sou matemático por natureza, católico e religioso por educação, liberto por revelação e gnóstico por decisão e esforço próprio”. (02/09/2011). (“Eu canto porque o instante existe. E a minha vida é completa. Não sou alegre nem triste, sou poeta”. Pág. 49).
Psiquiatras! (Ver pag. 45).
Dar aulas para quem não deseja aprender é uma das tarefas mais difíceis de um professor, pois os “mestres” só ensinam quando o discípulo está pronto e deseja aprender. O mestre ensina de graça e o professor é um empregado e “escravo” das normas técnicas e legais do sistema vigente da educação, que muitas vezes são feitos e dirigidos por quem nunca foi professor. O Toninho foi um mestre e professor (02/09/2011). (“Na última aula me controlei por duas vezes, depois achei que era hora de responder, de gritar. E aí foi meu erro”. Pág. 50).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Mai/2016 21:16 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
4 - Escritos nas páginas 53 a 57; 59; 61; 67; 73 e 74.
O que é o TODO? Só com uma visão matemática se entende que o TODO é o imenso conjunto cósmico, então todos participam do TODO, mesmo nada fazendo de útil ou de não útil. (Gosto de me silenciar e, no meu silêncio, participar do Todo que é”. Pág. 53). (02/09/2011).
Mesmo que seja difícil e quase impossível para todos é essencial trabalhar em prol da PAZ para que a mesma destrua e derrote aqueles que são contrários à própria PAZ, mas sempre agindo com AMOR, LIBERDADE e VERDADE, pois só assim haverá de verdade a igualdade para todos.
OK. Krisnamurti, quem nega os valores da tecnologia é um religioso cegado pela fé e pela enganação da vontade de destruir o EGO, que é o próprio SER ou o EU em latim. Agora sei que existem egos evoluídos e não evoluídos. (05/09/2011). (“Não concordo com Krisnamurti quando nega esses valores, mas creio que é falha na expressão dele ou no meu entendimento”. Pág. 54).
Eis aqui num aspecto simples, claro e lógico do versículo de João 8,32: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Quem sabe ler é sempre livre de ler o que quiser e por meio da leitura ele pode aprender cada vez mais e pela escrita ele passa a ensinar aquilo que aprendeu: isso é EVOLUÇÃO. (04/09/2011). (“Jamais um analfabeto está em condições de decodificar, de ler a mensagem expressa nos signos linguísticos”. Pág. 55).
O poeta, ou a linguagem poética é bonita, é linda e é até sufocante. Mas chega à uma hora em que o poeta se perde no jogo lindo das palavras e fica girando em círculo e esquece-se do espiral, que busca cada vez algo mais e fica girando em torno do círculo e não chega a lugar nenhum, pois não sai de onde está. (05/09/2011).
54 aulas. Eis aqui um dos grandes problemas do ensino brasileiro. Como um professor pode dar 54 aulas por semana? Isso é causa da exigência da VIDA e do péssimo salário dos professores! Políticos ganham 26 mil por mês para não fazer NADA, enquanto professor é quem prepara o futuro do país. (05/09/2011). (“Ser professor, ter cinquenta e quatro aulas por semana”. Pág. 56).
Até aqui neste livro, que foi digitado, composto, analisado, compilado, revisado e no todo executado com muito AMOR, os nomes irão ser omitidos ou alterados para mascarar a própria Verdade. A Verdade de verdade dói e machuca a quem nunca deseja que a Verdade seja dita. A Verdade é temida por quem ensina mentiras e enganações como se fossem verdades cristalinas e puras, principalmente as cegadas pela FÉ. (05/09/2011). (“Registrarei nomes, acontecimentos, experiências, com a mais pura das intenções, pelo menos com fidelidade à Verdade”. Pág. 57)
Essa unidade só é realmente real dentro da teoria dos conjuntos da MATEMÁTICA. (05/09/2011). (“A unidade é visível, é presente”. Pág. 57).
No meu atual ponto de vista digo que todos os teólogos ficaram “bitolados” no imenso e quase indecifrável mistério, que foi criado pelos teólogos do passado, que nada entenderam da própria “Teologia”, pois Deus para eles ficou sempre “oculto” no mistério da fé e da Santíssima Trindade! (Vide 3ª carta para o Dom Célio). (05/09/2011). (“Leio muito os Evangelhos e cada vez mais vou encontrando uma incongruência entre o Evangelho e a Teologia tradicional da Igreja Instituição política e econômica, mas a Igreja Vida, a autêntica, essa não!” Pág. 59).
Deus já tem tudo e não necessita de nossas glórias (glorificações) ou louvores. Deus quer que nós nos aperfeiçoamos sempre e nos amamos uns aos outros como Jesus e Francisco ensinaram. (05/09/2011).
“De”: quando a gente já sabe, torna-se fácil para entender, pois esse “de” deu muito dor de cabeça para o Toninho e foi fruto de erro humano de alguém muito irresponsável. O problema foi com o nome dele, pois tinha uns documentos com o nome de “Antonino de La Pedraja de Resende” e outros “Antonino de La Pedraja Resende”. (05/09/2011).
58 aulas semanais e o problema do “de”, causando viagens desnecessárias ao professor! (07/09/2011). (“como se não bastasse a vontade de ser fiel à obra intensa, diária, de cinquenta e oito aulas semanais”. Pág. 70).
E ainda, ou melhor, dá 58 aulas por semana. O Regime de Trabalho dela C. L. T. é de 44 horas por semana (08/09/2011). (“Estou sempre atolado entre trabalhos para corrigir e aulas para preparar. Mas gosto”. Pág. 73).
Como essa frase já enganou, engana e ainda enganara a muitas pessoas. Esse “um” não é a única unidade, mas uma união perfeita e harmoniosa de um conjunto de “Seres Individuais”, que têm o mesmo objetivo do AMOR PLENO e LIVRE para com todos. (08/09/2011). (“Eu e o Pai somo um”! Pág. 74).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Mai/2016 21:44 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
5 - Escritos nas páginas 75 a 78; 80; 85 a 88; 89 a 91.
Fui professor do Curso de Ciências Contábeis da UFMG de 1972 a 1980. Enquanto o Toninho dava 58 aulas por semana, eu dava penas 6 aulas só a noite, durante o dia eu tinha outro emprego. Fui convidado para dar aulas no início de 1972 por ter sido um bom aluno e como entendi que existem graves problemas no sistema do ensino no Brasil. Aqui os professores são pessimamente remunerados e as universidades perdem os melhores professores para as empresas privadas e a maioria dos professores universitários não possui experiências práticas sobre o que ensinam. (09/09/2010). (“Essa guerra eu compro, a do magistério humano, a de levar migalhas do Espírito ao homem esfomeado!” Pág. 75).
Amor universal: eis aqui a força motora que gerou a vida, protege a vida e continua gerando vida. Essa é a força que me sustenta há 31 anos, pois compreendi que tinha e tenho uma missão a cumprir nessa encarnação: “Ensinar a Verdade para todos e assim poderão viver e conviver em harmonia e num imenso MAR de AMOR. (“O problema da fraternidade universal, onde não será utópico esperar a comunhão de ideias e de sentimentos entre o senhor e o seu servo, na maior simplicidade do coração”. Pág. 76).
Mas é o momento PRESENTE! (“A ideia de que esse momento de terra é passageiro, e de que nossas origens estão além, noutros mundos, coloca a obra de Dostoievski bem elevada”. Pág. 76).
E como ficam aqueles, que são juízes? (09/09/2011). (“O julgamento é prepotência e orgulho, ninguém deve se fazer juiz do irmão da vida”. Pág. 76).
Ver João 16,12 a 15 e aqui estou para ajudar a quem assim o desejar. (9/9/11). (“Como posso saber dessa presença do Espírito da Verdade em mim (Cristo), senão através de minha consciência”. Pág. 77).
Interessante, pois a ideia é a mesma, mas eu a demonstrei numa apresentação matemática (Vide 15ª carta para o Basílio) do Eterno Presente como o cruzamento de duas retas, uma vertical, que representa o conhecimento do SER ou do Indivíduo e a outra horizontal, representando o tempo. (09/09/2011). (“E procuramos respirar uma atmosfera de intensa universalidade, sem particularismo; colocando a individualidade numa dimensão vertical dentro da universalidade. É novo ano! São novas experiências! Há em mim um quê de ESPERARNÇA pelo Eterno Presente, sem o tempo do ontem, do hoje e do amanhã”. Pág. 78).
13 aulas (Pág. 80).
O Trigo e o joio estão misturados em todos os lugares. (10/9/11). (“Mas o professor lida mais com os inquietos e perturbadores da ordem e do estudo, e aí tudo se torna conflito”. Pág. 85).
Essa consciência una e unida a tudo, que existe, não existe. Existe sim um imenso conjunto (Matemática) de consciências, divididas em subconjuntos de consciências, que se assemelham e que dão a entender que todas as consciências encarnadas e desencarnadas fossem apenas UMA ou UNA. (10/09/2011). (“de uma consciência unida a tudo que existe”, pág. 87).
Como é bom entender tudo isso e poder dizer o AMOR de verdade e fiel nos dá uma imensurável felicidade. Eu também sou alguém, um indivíduo, que Sou e digo aprendi muito com o Mestre Antonino, mas também tínhamos diferenças inconciliáveis. Eu sou Matemático e o Toninho um Poeta místico e filosófico, mas conseguimos fazer SOMAS perfeitas. (10/09/2011). (“A individualidade não morre”. “Hoje entendo o ser absoluto dos filósofos, o ser e o vir-a-ser dos pensadores gregos, a essência e a existência dos existencialistas”. “Ah! Como tudo isso me faz bem!”. Pág. 87).
Deus sempre existiu desde todo o sempre, mas “eu”, como uma imensidão imensurável de outros “eus”, tive o meu início, então vou encontrar sim o meu algo inteiramente novo. E assim é com cada SER ou Indivíduo. (11/09/2011). (“É a vida, são os homens que devem nascer para esse “algo inteiramente novo, que já existe desde todo o sempre”. Pág. 88).
Poxa, essa do Toninho foi pesada, mas é sim a nua e crua realidade, pois esses “X” são frutos de mentes incultas e curtas (= os políticos politiqueiros). Esses “x” podem aprovar em vestibulares alunos incompetentes por sorte, ainda porque ganharam pontos extras por terem a cor negra e ou também por terem estudado nas “escolas públicas”, que são dirigidas do alto por incompetentes homens públicos (= os políticos). (11/09/2011). (“e os candidatos a Vestibular decoram seus estudos de texto para rabiscarem um x nos quadrinhos da múltipla escolha, testes de falsos entendidos para falsos estudantes”. Pág. 90).
Toninho, mesmo que você saiba, mas não disse, então vou dizer: “Existem os professores que são mestres como você sempre o foi, mas existem também os professores medíocres, que são profissionais mercantilizados, que só pensam no vil metal e não nos alunos”. (Esse comentário meu foi escrito logo que ganhei o livro e estava folheando-o). (12/06/2011). (“Que cada professor esteja vigilante em sua posição de “mestre” frente a uma turma de jovens na sala de aula”. Pág. 91).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Mai/2016 22:13 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
6 - Escritos nas páginas 92 a 95; 101; 102; 106; 107; 109; 110; 112; 114; 115.
O homem que sai formado da Faculdade de qualquer Universidade não dá mais ibope e ou renda para os “cursinhos de vestibulares”; mas o homem que entra para qualquer Faculdade é fonte de ibope e de renda para os cursinhos. O problema está na caça dos $$$$$. (12/09/20110). (“A imprensa não nos mostra o jovem recém formado nas universidades, não interessa a eles se estão satisfeitos com o curso feito nem sobre como esse curso foi feito; mas candidato aprovado em vestibular é assunto de noticiários de televisão e de jornais, com entrevistas e tudo. Os cursinhos e o vestibular recebem muito mais importância do que a própria Universidade”. Pág. 92).
Digo que o problema surgiu porque agora todos são obrigados a estudar, antigamente poucos estudavam. (13/09/2011). (“O desafio da educação da nossa juventude é o maior trabalho pelo qual nossa sociedade está carente hoje”. Pág. 93).
A inteligência é do “Espírito” e o átomo é matéria. O “Espírito” utiliza da matéria para viver fisicamente, para aprender e conquistar a sabedoria. (“Pretendem dizer que eles fazem isto sem inteligência”. Pág. 94).
Evolução. (“É a morte do ego, do eu inferior, do “homem velho” e o subsequente nascer do Eu Superior, do “Homem Novo”. Pág. 95).
O “Louvor” é imensamente agradável a quem o faz. Agora eu pergunto: “Quem pode me afirmar que Deus desejou, deseja ou desejará ser louvado?” Quem gosta de adulação, louvação e glorificação são seres (espíritos), que ainda não conquistaram a sabedoria e a perfeição e são sim plenos de vaidade, orgulho e egoísmo. Quem gosta de louvor e louvação, como também de glorificação são os falsos deuses. (14/09/2011). (“Louvai”. Pág. 101).
Deus respeita plenamente a liberdade de todos. Deus, quando fez o plano perfeito da criação, teve como objetivo único a felicidade e a perfeição de todos, vivendo e convivendo na plenitude do AMOR. Deus também sabia que o “egoísmo e o orgulho” de muitos iriam retardar a realização do seu Plano Perfeito e que até muitos iriam tentar tomar o lugar dEle e sendo falsos deuses, mas sabia também da vitória final do BEM e do AMOR, que são os germes da felicidade e da perfeição. (14/09/2011).
Os anos de 1980 e 1981 tiveram poucos escritos e o de 1982 passou em branco. Por que será? Gostaria de perguntar isso ao Toninho, pois sei que foi um tempo difícil para ele por causa de mim ou do meu (nosso) grande problema cósmico. Em Janeiro de 1980 tive o meu nascimento do alto, com o auxílio do Toninho, mas apenas o Toninho e “grupo secreto” dele sabiam do “grande e belo segredo”. Em função do meu nascimento do alto (João 3,3 e 7) fui considerado como um “doente mental “(= louco, para os ignorantes do assunto). O Toninho foi considerado como o culpado pela loucura do irmão, que mais o compreendia, por alguns outros, que ainda estavam “cegados pelo fé”. (14/09/2011).
Com sinceridade uma situação desta é “sui generis” e se eu fosse o professor no caso também daria uma nota para que o aluno passasse. Daria uma nota maior do que “5”, pois a poesia a mereceu. (14/09/2011). (“Resolva professor!”. Pág. 107).
Eu ganhei de presente o livro “Dona Flor e seus dois maridos”, na década de “70” e não dei conta de ler o livro. Fiquei nos primeiros capítulos. Era baixaria demais para mim, pois o livro quase só falava em sexo desregrado. E o Jorge Amado era e ainda é tido como um grande escritor por muita gente e, para mim, não serve nem para limpar o chão. É papel desperdiçado. (15/09/2011). (“Banguê” é livro sem alma”. Pág. 109).
21. (“Thomas Jefferson em 1776...” Pág. 110... 1 + 7 + 7 + 6 = 21).
Liberdade. Eis a meta maior de todo ser humano. Um ser humano, quando livre, mostra a sua evolução ou sua identidade cósmica por suas ações, pois existe o altruísta e o egoísta. (15/9/11).
Verdade. Como fiquei “fanatizado” pela verdade nua e crua, após ter aceito a verdade das vidas sucessivas no dia 05/01/1980. Eu entendi que tinha aprendido muitos princípios como verdadeiros e que não eram verdadeiros. E assim libertei-me dos princípios bitoladores da liberdade até de pensar. Só com liberdade torna-se possível o encontro com a Verdade. Entenda quem possa entender. (15/09/2011). (“Claudete acaba de me pedir “o que o senhor tem sobre Tales de Mileto e Pitágoras”... Verdade”. Pág. 112).
Este texto do Marcelo me fez recordar de uma pergunta que ouvi no salão nobre da Faculdade de Medicina da UFMG por volta do ano de 1998, quando fui convidado para falar sobre minhas vivências de 1980, que foram e ainda são consideradas como “LOUCURA” pela medicina psiquiátrica: “Professor, você encontrou o que buscava?” E respondi: “SIM”.
O aluno silenciou e no final me procurou dizendo: “O senhor respondeu com tanta certeza, que quis ouvi-lo mais um pouco. A gente procura é DEUS. Estou até pensando em deixar a Faculdade para ir à busca de DEUS”.
E lhe disse: “É realmente verdade. Encontrei DEUS, mas não deixa a Faculdade, que DEUS necessita de você onde você está”. (15/09/2011). (Eis um trecho do Marcelo para o Mestre Antonino: “Desde o primeiro ano, quando cheguei, meio perdido, que comecei a ouvi-lo e sentia que suas palavras eram sábias, e tinham o ideal de passar aos outros, aquilo que você havia descoberto”. Pág. 115).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Mai/2016 23:37 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
7 - Escritos nas páginas 117 a 120; 129; 132; 136; 139 a 141 e 145.
Estas festas existem em todos os lugares e também nunca gostei delas. Já tive que tomar guaraná com gelo para parecer com whisky e ficar sossegado perante os participantes da festa, que não gostam de ver alguém sem estar bebendo. (15/09/2011). (“como ir a festas onde o álcool e o corpo se fazem presentes”. Pág. 117).
Louvor a Deus: ver página 101.
Já penso um pouco diferente, pois Eu Sou um matemático e a MATEMATICA demonstra que a Verdade É e existe em todos os seres e em todos os lugares. (15/09/2011). (“Sinto que a Presença da Verdade envolve a todos, envolve a mim, o mundo exterior dos efeitos e manifestações”. “E louvo a Deus, e à Verdade me entrego incondicionalmente”. Pág. 118).
Uno Universal ou no TODO, que tudo contém, inclusive DEUS, você, os outros todos e eu, Unidos, ou melhor, na união somos o conjunto cósmico, no qual tudo está contido. (15/9/2011).
Em Santos Dumont acontecia o inversos comigo, pois tinha até um horror de falar em público. Hoje, ou melhor, partir de 1980, eu tenho um imenso desejo de falar sempre para todos, que encontrei a Verdade, que liberta e Eu Sou um habitante do CÉU. (15/09/2011). (“Sim, curioso, como me doía a vontade de declamar lá no Seminário em Santos Dumont! Eu ficava até angustiado querendo declamar um poema!” Pág. 119).
Sempre fui avesso a músicas, sempre gostei da MATEMÁTICA, que demonstra a Verdade no silêncio e nas confusões da Vida. (“Sim, no silêncio posso ouvir a Voz da Verdade!” Pág. 120).
É realmente “duro” e “macete” ou “difícil” ser professor de aluno que não deseja estudar, mas só quer o “diploma”. (“Saem dois, há até o cúmulo de sair o aluno que fez a pergunta, deixar a gente no ar”. Pág. 120).
Greve. Eu também sempre fui contrário às greves tanto como aluno e como professor. Os grevistas quase sempre são os piores alunos e os piores professores. (16/09/2011). (“A Escola Pública anunciou greve! Lá no Icaraí há colegas que não entendem porque sou contra a grave”. Pág. 129).
O Planeta Terra foi elevado na escala cósmica e esse foi o grande trabalho realizado pela LUZ (Trigo) no século XX. O trabalho foi iniciado de uma forma bem secreta e que só era do conhecimento de Jesus e de Deus Pai. Sob a proteção de Jesus todos os 12 apóstolos reencarnaram na 1ª metade do século XX e isso ficou muito bem guardado sob um absoluto segredo até ao encerramento do ano de 1979. No início de Janeiro de 1980 tudo começou a ser revelado para toda a Espiritualidade, primeiro para os espíritos de Luz nos dias 5 e 6/01/1980, depois para os espíritos intermediários nos dias 7 a 11 e finalmente para os trevosos no dia 12/011980, quando todas as cadeias infernais foram destruídas. (16/09/2011). (“O Planeta está em fase intensa de purificação”. Pág. 132).
Realmente não é nada fácil entender e aceitar uma responsabilidade de missão! O que acontece com cada um, só ele mesmo é que sabe. (17/09/2011). (“Ler é seguir as pegadas dos que antes de vocês passaram por esta vida”. Pág. 136).
Verdade e Liberdade: duas palavras que caminham de mãos dadas e uma auxiliando a outra. Não pode existir “Liberdade” sem “Verdade” e nem “Verdade” sem “Liberdade”. Quando comecei a compreender a Verdade me senti tão livre, que não fui mais compreendido pelos outros, que só queriam e querem me ver preso às “inverdades”, que me foram ensinadas como verdades. (17/09/2011). (“Somos os eternos Estudantes da Verdade, que liberta”. Pág. 139).
Isso é desconhecer a Verdade e ficar preso numa poesia sem saída. (18/09/2011). (“Tenho um encontro marcado há longo tempo...? Mas não chegarei porque sou a prisioneira da noite”. Pág. 140, citação de um texto da mestra Henriqueta Lisboa).
Poesia e Música andam de braços entrelaçados e ambas levam os SERES a imensos labirintos e dos quais nunca irão encontrar as saídas para a Verdade da Liberdade, pois ainda confundem as cabeças ou mentes daqueles que têm condições de sair. Eu só consegui vencer os psiquiatras porque era e sou um matemático. E todo matemático caminha com verdades em busca de Verdades Maiores até chegar à Absoluta. (17/09/20110. (“Eu sou grato por poder conviver com os poetas e os músicos”. Pág. 141).
O Toninho escreve “Coisa” e eu também descobri a causa e já não a chamo de “Coisa”, mas da mistura do “Trigo e Joio” e ou a quase interminável luta entre os “Trevosos”, que são o joio: uns querendo engolir os outros, pois entre eles não existe o AMOR verdadeiro. No meio do joio só existe essa lei: “Cada um para si”. O Trigo é AMOR e AMOR nunca expulsa ninguém, mas quer sempre o melhor para todos. O tempo da vitória do Trigo chegou. (18/09/2011). (“Eu conheço a “coisa” e bem”. Pág. 141).
Eu gosto de falar um pouco diferente a mesma coisa: “É tempo da separação entre Trigo e joio. Trigo é AMOR e joio não. Quem faz a separação é o próprio joio, lutando e eliminando joio; é joio destruindo joio. O joio não sabe ainda como AMAR e é AMADO. (18/09/2011). (“É sinal da época, é colheita de trigo e queima do joio”. Pág. 145).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 20/Mai/2016 18:29 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
8 - Escritos nas páginas 147 a 159.
Isso não soa como um certo egoísmo!? (“... os céus e ouro só para nós!” Pág. 146).
E o pior de tudo é que a maioria quase absoluta dos desinformados não querem informações e só querem continuar na plena ignorância e exibindo copos cheios de bebida que não enchem nenhum coração! Coração deseja VIDA e AMOR. (18/09/2011). (“Mas como informar aos desinformados?” Pág. 147).
Um conjunto: “Este Eu e o Pai somo um” já quebrou a cabeça de muita gente e só entendi, quando pus uma palavrinha depois: “conjunto”. (18/09/2011). (“Eu Sou Um com Deus e aí me torno Um com o pulsar vital de Dulce...” Pág. 149).
As coisas de César! (18/09/2011). (“Os bens materiais e valores efêmeros...” Pág. 149).
Página 150. Meu amado e bondoso Deus-Pai-Mãe, eu gostaria de saber quem foi que inventou, que vós desejastes ou desejais e até exigistes que deveríeis ser adorado? Como surgiu essa lógica ou ideia entre os seres humanos? (Resposta pag. 232). (“o meu ato de adoração a Ti”. Pág. 150).
O ser humano, que é um espírito encarnado, tem que aprender a viver e conviver bem e ser feliz, mas sempre deverá e terá que agir com responsabilidade e fidelidade plenas, respeitando sempre o “direito” e a liberdade dos outros. (19/09/2011). (“Época atual. Não há mais o medo do pecado”. Pág. 151).
Um gato, que já teve o início de sua existência, mas ainda é um SER sem ter a plena consciência de que é um SER. Essa consciência irá acontecer no decorrer de séculos quase infinitos... Assim é o grande mistério da VIDA para mitos: a evolução. (19/09/2011). (“Um gato nosso de terreiro”. Pág. 153).
Da gnose, da sabedoria e da perfeição. (“É o mundo dos homens... Do outro mundo”. Pág. 153).
“Esperar” ou “aguardar a hora” é realmente uma arte, que poucos conquistam. Quantas e quantas vezes já ouvi essa frase: “Para tudo existe o tempo certo”. Na hora de agir, principalmente se o assunto for muito importante para o Planeta ou para o Cosmo, todos tremem nas bases e deixam tudo para DEUS. (19/9/11). (“Duro, difícil é aguardar a hora”. Pág. 153).
Reencarnações.
Ver pág. 150. (“No coro dos Adoradores verdadeiros, os afirmantes do ser”. Pág. 153).
Eis aqui a conquista do “ETERNO PRESENTE” de cada SER: “Eu Sou Aquele que Sou ou É. (19/09/2011). (“Nada muda em nível de ser, de essência, de qualificação de Vida”. Pág. 154).
Eis ai a ETERNA PRESENÇA PRESENTE de cada SER. Isso é a conquista da SABEDORA e da PERFEIÇÃO INTERNA. Pelo AMOR nos transformamos em fonte de aprendizado para quem desejar... Mas torna-se necessário continuar lançando as “sementes”, pois o sábio, o mestre se transforma no SEMEADOR e colhe aquele que já tem condições de colher. (19/9/11). (“Mas é a mesma Vida, Presença do Ser, eterna experiência participativa”. Pág. 154).
Eis aqui o “SEGREDO” oculto dentro de cada SER. Esse “SEGREDO” é realmente a identidade cósmica de cada espírito em sua quase eterna caminhada evolutiva: Evolução. É com essa mesma lógica, que passei a escrever para muitas pessoas as minhas cartas, nas quais fui divulgando a minha SÍNTESE de TUDO e do TODO. (“Fico imaginando se haverá interessados no futuro por estas anotações. Escrevo com a consciência agradecida. Quem sabe servirá a alguém como me serviu “Diário de Anne Frank”. Pág. 155).
Isso prova com clareza matemática do Espírito Evoluído, que esteve entre nós e ainda foi atacado por um “espírito” no momento de sua desencarnação. (19/09/2011). (“... até meus nove anos, eu já buscava o sossego interior”. Pág. 156).
Unidade: No imenso conjunto cósmico em perfeita união com os perfeitos e com o próprio Espírito de Deus. (19/09/2011).
Que não é eterna, mas temporal e para muitos de um tempo muito longo mesmo! (19/09/2011). (“É só abri os evangelhos como Mt 27,52-53 para citar um. E esses irmãos desencarnados, uns estão no “céu”, outros no “purgatório” e há sim, os do “inferno””. Pág. 157).
Espírito Santo – É o conjunto de todos os espíritos criados, que estão desencarnados, mas isso é ainda uma incógnita para muitos, pois o normal é considerar os da mesma egrégora como “santos” e os outros não, para muitos sábios, que ainda desconhecem essa verdade. (19/09/2011).
Deus é um “Espírito” e “Espírito” não tem coração, que é um órgão físico e necessário à vida física de cada SER vivo ou encarnado. A poesia aceita o “Coração de Deus”. (19/09/2011). (“No Coração de Deus mergulho-me e mergulho nele todos os seres”. Pág. 159).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 20/Mai/2016 18:47 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
9 - Escritos nas páginas 166 a 169; 171 a 174; 182; 189; 191 a 193.
Eu Sou uma Unidade Única e completa. Quando tomei consciência do meu SER CÓSMICO me tornei uma Verdade e assim posso dizer: Eu Sou a minha verdade. (20/09/2011). (“A Unidade do SER só será conhecida e realizada no meu atributo de ser livre”. Pág. 166/7)
“Unidade” de um “SER” Único em toda a existência cósmica. (20/09/2011).
Ensinar para quem não quer de jeito nenhum aprender é algo impossível de realizar, mas isso é imposto por quem nunca deu aula. Os mestres sempre ensinaram para futuros mestres, que sabiam da importância do conhecimento aprendido para conquistar a SABEDORIA (20/09/2011). (“(“Mas algo que os Mestres não passaram. O estreito espaço entre quatro paredes, um conteúdo programado e imposto, um horário e quarenta adolescentes tendo uns dez a quinze entre eles querendo aprender a matéria proposta”. Pág. 168).
E são os que mais prejudicam à vitória do AMOR e da Verdade para a conquista da Liberdade. (20/09/2011). (“São esses que mais necessitam do respeito ao ser, à verdade”. Pág. 168).
Antigamente o “joio (= trevas) unido” destruía os agentes do Trigo (= AMOR e verdade), mas atualmente o joio está dividido e uns eliminam os outros. Veja um Joseph Stalin, um Hitler, um Fidel Castro, um Pinochet, uma dama de Ferro, uma Dilma e muitos outros. Veja ditadores do Egito, da Argélia, da Líbia, da Síria e outros caindo por outros elementos do joio, pois os elementos do Trigo só têm AMOR e compreensão para distribuir e doar. (20/09/2011). (“Hoje, fim de século e milênio está difícil conviver com certas salas de aula, e está um Céu conviver com outras salas de aula. Há os Joãos e há os Judas, Jesus!”. Pág. 169).
Eis aqui um dos maiores dramas do Sistema de ensino no Brasil: “Aulas para todos e todos numa mesma turma”. Trigo e joio nunca irão se harmonizar por causa do joio. Joio é e será joio em todo lugar e quando adquirem poder joga bombas atômicas nos outros... Entenda quem possa entender. (20/09/2011). (“Assinam ocorrência, têm psicólogos para eles, a mamãe “pede reunião” e o professor é ameaçado com “delegacias”. Bom! PONTO FINAL!”. Pág. 171).
Consegui entender que no mais alto dos picos da Montanha e no mais profundo dos abismos do vale Eu Sou o mesmo SER CÓSMICO. Consegui entender e assim passei a agir há 3 décadas que no absoluto Silêncio do SER e na bagunça da algazarra da vida na Praça Sete de Setembro (Centro de BH) Eu Sou o mesmo SER CÓSMICO servindo ao AMOR da VIDA, pois todos querem viver bem e serem felizes, então torna-se necessário aprender a conviver bem e a confiar plenamente no outro, que é aquele que recebe o meu sentimento de AMOR. Tive o Toninho como um exemplo superior desde 1957, quando fui para o Seminário em Santos Dumont e ele me ajudou a abrir as minhas portas internas em janeiro de 1980 e nos tornamos realmente grandes e fiéis amigos e confidentes. (20/09/2011). (“Como descer consciente e livre desse topo de luz e liberdade, de pureza e verdade? Desço na certeza de que Ele é o Uno Interno, e meus companheiros de hoje já são e serão os eternos Irmãos da Vida, a Montanha Sagrado do Ser”. Pág. 173).
Não é adequado, em função da Perfeição, falar em “justiça divina” e nem em “misericórdia de DEUS. DEUS não julga e quer sempre o melhor para todos. (20/09/2011).
Palavras usadas de forma correta, pois nunca se deve usar “Religião” e “Espiritualidade”, que deixam muito longe a Verdade nua e crua, clara e simples. (20/09/2011). (“A religiosidade e o espiritualismo mais presentes na Verdade Real”. Pág. 182).
Egoísmo. (“Como é cansativo ver o ego à flor da pele”. Pág. 182).
OK.
Isso sim é baixaria na TV. (20/9/2011). (“E no outro canal há o esclarecimento sobre transa!).
Eu Sou (do português) ou “Ego Sum” (do latim). (“Aprendi a arrancar de mim a estupidez, a pequena mediocridade do ego, do egoísmo”. Pág. 189).
Teólogo: o Rubem Alves. Será? (“Sei ver o escritor através de seus escritos ou citados e parafraseados por outros como Rubem Alves, como sei onde está esse ex-pastor, teólogo, psiquiatra e escritor através de suas crônicas”. Pág. 191).
Quem fala ou escreve assim precisa da TV e TL (1ª página). (“Eu li Tênis x Frescobol, uma crônica de “O Retorno E Terno”. “Caminhos de deuses e de heróis” como o autor assim se expressa, até indo mais longe dizendo da morte de seus deuses e heróis”, pág. 192).
Julgam-se “deuses”. (“Tenho meus cuidados com essa espécie. São catedráticos, são doutores demais”. Pág. 192).
Psiquiatra não deveria existir, pois deixa de ser médico e nunca será um psicólogo e nem teólogo. (20/09/2011). (“Que cada homem e mulher que se unem formam um casamento único e um psiquiatra devia saber disso”. Pág. 192).
Veja as minhas cartas: 2ª para o João Batista Libânio e a 9º para o frei Basílio. (20/09/2011). (“Está em Êxodo que a voz que vinha da Sarça Ardente, se nomeou, perguntado por Moisés, como “Eu Sou o Eu Sou””. Pág. 193).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 20/Mai/2016 20:09 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
10 - Escritos nas páginas 195 a 202; 205.
O indivíduo é um SER ÚNICO e esse é um grande dilema ou problema: “Ninguém é igual a ninguém, então os seres humanos não são iguais, mas todos são espíritos encarnados e estão em busca da perfeição”. (21/09/2011). (“Eu peço o meu direito de dar aula. O clima fica tenso. Os “a favor” querem “categoria” unida, não querem divisão, mas eles já vêm decididos: greve”. Pag. 195.
Eu também, como aluno e como professor, sempre fui contra as greves. (21/09/2011).
Os piores alunos, professores e empregados são os grandes defensores das greves. O grevista é por natureza um egoísta e julga que sempre é o melhor. (21/09/2011). (“A minoria de novo levaram 40 de nós à greve”. Pág. 195).
Eis aqui uma prova do que escrevi na página 195: Cada “SER” é um SER ÚNICO e ninguém é igual a ninguém. A única coisa que une os seres humanos de Verdade é o AMOR. Eis aí a “diversidade” unida no AMOR. (21/09/2011).
DEUS é UM para TODOS, mas o anjo de guarda é UM para cada UM. Cada um, que ainda vive na ignorância, pensa que o seu anjo de guarda é o próprio Deus. (21/09/2011). (“Só o meu Deus é comigo no meu acanhado, no meu pudor, no aconchego de ti”. Pág. 197).
Nunca vi e nem senti o árido na matemática! (“o árido da matemática e das exatas”. Pag. 197).
Eu também aspirei esse sacerdócio e como foi “duro e pesado” o meu sair do convento em 1966. Aquela 1ª viagem de Betim para Belo Horizonte, quando deixei lá o hábito franciscano foi massacrante. Mas se eu fosse um membro da hierarquia da ICAR as portas para o encontro consciente com DEUS não iriam ser abertas como foram. (21/09/2011). (“Hoje eu entendo porque foi doloroso, mas eu tinha que renunciar ao sacerdócio dos altares que tanto aspirei”. Pág. 197).
O “AMOR”, para mim, é sagrado, é fiel, é eterno e nunca efêmero. Em função da “libertinagem do sexo” e do uso do sexo como sinônimo de amor, eu parei de usar a palavra “AMOR”, porque o verdadeiro e fiel AMOR foi ultrajado e trocado por simples, irresponsáveis e traidores encontros sexuais, em motéis, que são o caminho de quem trai e é adúltero. (21/09/2011).
Essa frase é de Lucas e não de Jesus. (“Com Jesus vem o exemplo: “Pai, perdoai-os porque eles não sabem o que fazem””. Pág. 198).
Mas os grevistas não foram solidários com você. Ver página 195. (“Preciso ser solidário com os grevistas, mas que são meus tomadores das aulas, uma coisa que me deixa frustrado!”. Pág. 198).
AMOR sentimento de difícil compreensão, pois o AMOR é universal. Mas existe o “cio” e o “amor conjugal”, que envolve o sexo.
A mulher, antes de tudo e para todo SER HUMANO é MÃE. Como senti falta de minha mãe INÊS, em 1948, eu tinha 3 anos de vida. Mulher também é a companheira e esposa do homem, mas aqui a figura da mulher deixa de ser mulher para ser a mãe dos filhos do homem e torna-se uma companheira do homem e igual em direito ao homem. E torna-se a “outra metade” para o ato sexual, quando o homem e a mulher se entregam um ao outro e vivem a magia do sexo, que é envolvente, puro e agradável, mas plenamente feliz, quando existe a “plena fidelidade” durante, antes e depois do relacionamento sexual. Tenho orgulho de dizer e já com os meus 66 anos de vida que pus como princípio de vida, que sexo é complemento do AMOR conjugal, que leva ao sexo, digo que só pratiquei e pratico sexo com a “esposa amada”. Então sou adepto da fidelidade plena antes, durante e depois do SEXO. (21/09/2011). (“A maior experiência foi com a morte por duas vezes. Em 1948, minha mãe. Foi terrível, inexprimível a sua morte. Foi fatal. Só vim assimilá-la há pouco tempo. A outra foi a Inês, minha prima”.”. Pág. 199).
Lembro-me do meu primeiro dia de trabalho “oficial”, como me senti feliz e sempre trabalhei feliz. Disse “oficial” porque comecei a trabalhar na lida da roça desde os meus primeiros anos de vida. Já com os meus 10 anos eu tirava leite como um homem adulto. Com os meus 8 comecei a levar o creme à fábrica de manteiga de Corôas (Em Coronel Xavier Chaves). Como eu tinha medo de andar sozinho naquelas “cavas profundas” da estrada e com matas ainda dos dois lados. Eu andava “cantando alto” (gritando mesmo) para não ouvir os sons das cavas e das matas. (“Arrumei aulas ali no Colégio São José. Era meu sonho de emprego se realizando, nada de prisão”. Pág. 200).
Como cada SER é único, então não se pode unir SERES tão diferentes, em nome de uma falsa “Não Exclusão”. O joio quer sempre a união para explorar o trigo, já o trigo sempre buscou e busca o verdadeiro AMOR e o AMOR tem que ser “individual” e não coletivo. Essa “política administrativa” tem sim uma “grande razão de ser fruto” de mentes do “joio”, que não quer que “seres humanos” aprendam a SER MESTRES livres para ensinar a Verdade e Liberdade. Descobri isso quando fui professor do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG: o povo sem estudo é mais fácil de ser dominado ou controlado. (2l/09/2011). (“Ora, qualquer um vê esperteza: a intenção é colocar nas escolas públicas todos - NÃO EXCLUIR! E aí não se gasta dinheiro com escolas especiais”. Pág. 201).
Lobsang Rampa: nunca saiu da Inglaterra, que decepção eu senti, quando fiquei sabendo disso há uns 3 anos. (21/09/2011). ([b]“ou mesmo lá no Tibete com Lobsang Rampa e seus mestres”. [/b]Pág. 202).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 20/Mai/2016 22:15 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
11 - Escritos nas páginas 205; 207; 209; 212 a 215; 217 a 220.
Tudo fruto de mentes politiqueiras, que nunca tiveram o verdadeiro AMOR como objetivo. (“A coisa mais normal em uma escola é há anos não foi feita, e o tal do “Siape” atrapalhou toda a qualidade pedagógica da Escola Pública mineira. E o tal do Ciclo e Escola “Sagarana”! Passou o pesadelo””. Pág. 205).
E eu fiquei sem a presença de minha mãe quando tinha apenas 3 anos e 2 meses de vida. Isso não é plano de Deus. Por volta de 1984 a 1986 fiquei sabendo que “mamãe” desencarnou por um atacante do plano espiritual, que só queria atrapalhar o trabalho secreto da LUZ, que iria finalmente enfrentar as “trevas” no seu “ninho de víboras” A vitória hoje já é certa. Quem comandou a desencarnação de minha mãe foi o mesmo espírito que me atacou no dia 02/02/1991 e parou o meu coração por 15,30 horas. Neste mesmo ataque fiquei sabendo de mais segredos, que nem sei se poderei revelá-los: “Foi esse mesmo espírito, que induziu a Jesus a aceitar a morte na cruz e para muitos ele ainda é considerado como o próprio “Pai”. Ele também foi o espírito, que foi o mentor do profeta Maomé, pois tinha o objetivo de destruir os seguidores de Jesus. (21/09/2011). (“A verdade é que amor de mãe ele tem. Ele é cego. Um dia isso vai aliviar”. Pág. 207).
E... Apropriar dos bens e do dinheiro público. (“como afirma o político que ganha o voto do povo e depois recebe milhões e...” Pag. 207).
Eis o sofisma de um sábio: ele não sabia que enganava a ele mesmo. (21/09/2011). (“Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Pág. 209).
Esse tempo de dor e agonia chegou ao fim. A espera foi dura, dolorida e estressante, mas a luta foi renhida e após séculos e milênios o tempo da vitória do Bem chegou. Graças a Deus. O Planeta Terra subiu de nível na escala cósmica. (“Que Deus seja respeitado em Sua Lei, ou dor e mais dor muitos vão sofrer”. Pág. 209).
Eis aqui uma comprovação de que os seres humanos não são iguais. Cada um é um SER ÚNICO, um Eu Sou. (22/09/2011). (“Rapazes e moças de 13, 14 anos parecem estar sem vontade aprender, de ler!... Como me inquietava com o saber e me alegrava como o aprender... Com meus alunos na sétima série, uns não se interessam, entregam prova em branco. E ficam na aula”. Pág. 212).
Eu aceitei a verdade da reencarnação no dia 05/01/1980 e já com os meus 34 anos e 8 meses completos. A “reencarnação” é a porta para o autoconhecimento e para a conquista da compreensão para com todos. (“Reencarnação – coisa que até meus 30/35 anos, com Filosofia, Teologia e Ciências Sociais já cursados, eu não podei aceitar – explica esse “bololô” humano”. Pág. 213).
Promotor: como pode conhecer a realidade da escola com uma visita mais cedo e programada? No meu tempo de Faculdade tive vários colegas do Exército como estudantes para conhecer quem eram os alunos da FACE... Tudo era rigidamente vigiado. Trigo e joio estavam bem misturados! ((22/09/2011). (“Deixar meus alunos e ir com colegas discutir e levantar "problemas principais para a palestra do Promotor que será semana que vem. Ele chegará mais cedo para conhecer a realidade da escola, diz a Diretoria”. Pág. 214).
Isso defende a TL e TV (22/09/2011). (“Estou me preparando. Interessa-me ser o “educador que atende na Educação Sistema a educação humana e integral à Vida”. Pág. 215).
Esse não ao plano evolutivo ficou muito claro para mim nas 3 últimas décadas, mas não tem como segurar mais o processo. A vitória da LUZ já é uma realidade. A LUZ trabalhou em “absoluto segredo” e tomou posso da situação. Os terríveis ataques que tive nestas 3 décadas foram terríveis. Pararam o meu coração (02/02/1991); fui jogado no chão como um desencarnado (=morto) ao solo por várias vezes e fui reerguido. Deus tornou-se o meu protetor claro, direto e consciente a partir do dia 12/04/1984, mas isso os agentes do joio ou das trevas nunca aceitaram e foram derrotados. (22/09/2011). (“Ontem eu vivia em angústia. Parece que “Não querem” que o plano evolutivo seja servido. Aí eu me uno ao Sim Cósmico. Os problemas particulares já estão se solucionando”. Pág. 215).
Boca fechada também não ensina o verdadeiro caminho da perfeição... Só fica o exemplo, que dificilmente será compreendido. Veja o que fizeram os cristãos com os ensinamentos do PERDÃO e do AMOR de Jesus e seus discípulos diretos pelos séculos seguintes (Já estamos no século 21º)... (22/09/2011). (“Quarenta anos me ensinaram que “boca fechada”, realmente, “não entra mosquito””. Pag. 215).
E qual é a Vontade Deus? Deus quer o BEM de todos e que cada um faça a sua parte agindo e até falando, deixando de ser omisso pelo silêncio da meditação. (“Seja a Vossa Vontade”. Pág. 217).
“Eu Sou Aquele que Sou”. (“também gosto da nomenclatura dos Mestres, é o Cristo, a Presença Divina”. Pág. 218).
Quem disse que Deus deseja adoradores e servidores? Isso é “coisa” de falsos deuses! Isso é “coisa” de quem deseja ser obedecido cegamente. (Nm 20, 9 a 12). (22/09/2011). (“Sei que os adoradores e servidores de Deus, somos espalhadas pela Vida e mundo, uma legião já”. Pág. 218).
É a evolução por meio de sucessivas (re) encarnações. (“O segredo da vida é a continuidade”. Pag. 219).
Um “grande erro” de um juiz e quando juízes erram então se acabou com a justiça. A LUZ tem que eliminar as trevas e isso realmente dói para os agentes da LUZ: terremotos realmente doem. (22/09/2011). (“Aí ele estourou: - “Estou aqui por ordem judicial! O juiz mandou eu estudar. Eu não quero estudar!”. Pág. 220).
O Toninho sempre usou a palavra “coisa” para referir-se ao trabalho sujo dos trevosos encarnados e desencarnados. (22/09/2011). (“A “coisa” repetiu”. Pág. 220).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 20/Mai/2016 23:27 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
12 - Escritos nas páginas 224; 225; 229; 232.
Um terrível ataque duplo: um de baixo, vindo de grupos inferiores e outro vindo da egrégora muçulmana por intermédio do espírito do Iasser Arafat, que lhe deu a “parada de coração”. Este tipo de ataque ele aprendeu com o falso Deus Alá, que tinha como objetivo, quando foi o mentor do Maomé de destruir os seguidores de Jesus. O falso Deus Alá foi quem me atacou no dia 02/02/1991, durante a Guerra do Golfo, pois eu estava trabalhando mediunicamente para o “fim da guerra”. Agora eu agia e mentalizava para o Saddan Hussein levantar uma bandeira branca e pedir tempo para a retirada do exército iraquiano do Kuwait. Ele por sua vez, queria a vitória bélica do Saddan e por isso me atacou com a parada de coração. (22/09/2011). (“Antonino é acometido por um infarto fulminante, tomba ali na sala dos professores durante uma conversa com colegas, aguardando o início das aulas”. Pág. 224).
Foi um terrível ataque de um espírito, que defendia a egrégora dele. Fiquei sabendo deste ataque algumas horas depois de ter recebido a notícia da libertação do Toninho do corpo de carne por revelações do plano espiritual. (22/09/2011). (“Mas a morte foi ao seu encontro dentro da Escola. Foi um sacrifico? Um holocausto?” Pag. 225).
Eu, como o vice caçula, era um irmão mais novo, como também era o Eli. Nós dois éramos considerados como os caçulinhas do pai pelos outros irmãos.
Quando fui para o seminário, em 1957, o Toninho estava no último ano lá, então convivemos juntos por um ano sem nos conhecermos bem. Tivemos uma grande convivência por alguns meses, na virada do ano de 1964 para 1965, ele estava na fase de sair ou não do convento e eu estava à espera de ir ou não para o convento, pois eu só seria aceito se o noviciado fosse no Estado de Minas Gerais e foi em Betim.
Comecei a conhecer mais o Toninho, após o casamento dele com a Dulce em 1967. Fiz algumas visitas ao jovem casal e comecei a aprender muito com o Toninho. Com a criação da Agropel (Agropecuária Irmão Resende Ltda.) fizemos muitas viagens de Belo Horizonte para o sítio da Agropel, que para nós era a querida “Mãe Não Me Chore”, que fica no município de Coronel Xavier Chaves, MG. Conversamos muito nestas nossas gostosas viagens. O Toninho me contou muitas de suas experiências de vida e convivências dele com os outros irmãos, com a mãe Inês e com o pai, como também com colegas dele, primeiro seminaristas e depois confrades. Eu também fazia o mesmo.
Ele e minha esposa Conceição tornaram também grandes amigos, então formamos dois casais amigos: Toninho e Dulce, eu e a Conceição. O Toninho me compreendia no caso da Conceição e Sílvia, não era como o frei Basílio, que só via culpa em mim ou na Conceição.
Naqueles anos de 1976 a 1979, eu não sabia que ele e a Dulce já eram reencarnacionistas. No dia 04/01/1980, o Toninho veio de Divinópolis, numa sexta-feira, pois no sábado de madrugada iríamos à Agropel, como de costume: uma viagem gostosa, um papo amigo e construtivo entre dois irmãos. Na volta, já em Belo Horizonte, falei do meu drama familiar: o relacionamento entre Conceição e Sílvia, um amor dividido entre esposa e filha.
O Toninho me respondeu:
“Tenho uma explicação para você! Quer ouvi-la?”
“Sim”. Foi a minha resposta.
E ai o Toninho comentou:
“Então para o carro, pois não podemos falar deste assunto em sua casa. Espere que eu fale tudo até o fim sem comentar nada”.
E ele iniciou a explicação e foi até o fim. Calado eu o ouvi e continuei calado. Fomos para a casa. A noite aconteceu um “fenômeno mediúnico” no nosso diálogo com a presença de uma 3ª pessoa, o Kleber, que na época era o companheiro da Joana, uma prima da Conceição.
Em função do fenômeno, eu entreguei as minhas armas de defesa da vida única e aceitei a reencarnação. Depois deste dia, 05/01/1980, a minha amizade com o Toninho tornou-se profunda, que só a Dulce e Malvina nos compreenderam. Tornamo-nos mestres um do outro e assim fizemos uma soma perfeita. (22/09/2011 – às 19,11 horas).
Página 232: Resposta da página 150: 1ª) Resultado do trabalho de um falso “deus”, um espírito criado, que foi o 2º criador e que desejou ser superior ao Espírito Incriado, que foi o 1º Criador. Depois outros criadores criados seguiram o exemplo do 2º criador e assim originou-se uma grande confusão ou um grande enigma em torno da criação cósmica.
2ª) Resultado dos trabalhos de muitos espíritos criados, que sempre desejaram ser bajulados e adorados pelos seus semelhantes enquanto encarnados e continuaram com os mesmo desejos após terem desencarnados. (Quem apareceu e ajudou todo o trabalho do profeta Moisés foi o espírito do patriarca Abraão (Êxodo 3 e seguintes); quem trabalhou com o profeta Samuel foram os espíritos de Moisés e Josué; quem o profeta Isaías viu sentado no trono foi o próprio espírito do rei Ozias (Is 6)). (19/09/2011).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 20/Mai/2016 23:42 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Meus comentários escritos no livro “Educação e Vida do Professor Antonino”, de Antonino de La Pedraja Resende.
Trabalho de digitação e divulgação de sua esposa e viúva, Dulce Johann de Resende.
13 - Escritos na Contra Capa 2.
Contra capa 2: Sócrates, Plantão e Aristóteles (Pag. 42).
Três espíritos, que participaram e participam intensamente do processo evolutivo do Planeta Terra há milênios, e que dificilmente irão ser compreendidos pela maioria da humanidade encarnada nos séculos XX e XXI. Os três reencarnaram como irmãos na década de 1930, exatamente pela ordem nos anos de 1937, 1939 e 1936.
Eles também foram irmãos na história bíblica como filhos do patriarca Jacó, sendo que o Platão e Sócrates foram o 1º e o 4º filho de Lia e o Aristóteles foi o 1º filho da Zelfa, a escrava de Lia.
Eles também fizeram parte do restrito grupo apostólico escolhido pelo próprio Jesus, quando foram os apóstolos Pedro, Tiago, o irmão de João e André pela ordem do início deste texto. Então dois deles também foram escolhidos para participarem de momentos especiais da vida de Jesus, formando o trio com o apóstolo João, o Evangelista.
Os três foram escolhidos pelo próprio Espírito de Deus para fazerem parte do grupo, que reencarnou no final do 2º milênio para “fechar com chave de ouro o Projeto do Evangelho”, que é implantar o Reino de Deus na Terra e ao mesmo tempo transformar essa terra em CÉU. Os três, cada um a sua maneira deram auxílio ao Espírito da Verdade, que também reencarnou no século XX, como um dos irmãos mais novos dos três, que foi o autor do 4º Evangelho (Vide João 16, 12 a 15). (31/08/2011).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 06/Jul/2016 22:09 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.

Belo Horizonte, 12 de Abril de 2015.
Padre Anderson, um grande e fraternal abraço.
Que o Espírito Santo de Deus nos abençoe, como também abençoe a todos na imensa criação.
A construção ou implantação do Reino de Deus na Terra, como Jesus nos ensinou a pedir no Pai Nosso (Mt 6,10) depende da ação de todos e não só de uns, pois a solução para tudo na Planeta Terra pode-se ser apresentada nessa síntese: “Todos necessitam aprender a somar e a dividir com perfeição em todos os atos realizados”. Agora só poderão participar da divisão aqueles que participaram da soma, pois cada um receberá conforme aquilo que fez.
Tudo o que Deus planejou vai acontecer, mesmo que muitos líderes religiosos julgam que Deus age conforme as leis que foram criadas por eles mesmos, tentando assim padronizar a forma para que Deus possa agir entre nós. É em função de tudo isso que me lembro do que me foi dito pelo frei Estanislau no meado do ano de 1967e logo após decidi abandonar a carreira religiosa franciscana: “Quem somos nós para desvendar os desígnios de Deus! Quem sabe Deus não o quer aqui no convento, onde todos procuram viver conforme as leis dEle. Quem sabe Deus o quer no meio do mundo, onde faltam pessoas que vivem coforme as leis dEle”. Após ouvir esse conselho do meu ex-mestre, pois já tinha saído do noviciado, que foi no convento de Santa Maria dos Anjos em Betim, antes de fazer a minha profissão simples em Maio de 1966, decidi então procurar uma namorada! E assim foi que encontrei a minha primeira esposa no 2º semestre de 1967 e nos casamos no dia 18/07/1970 e só depois tive com ela a minha primeira relação sexual e já com os meus 25 anos de vida.
Foi uma pena, mas também muito bom, que os freis Patrício e Basílio não me deram nenhum auxílio em Janeiro de 1980. Caso um deles tivesse me dado auxílio naqueles dias, então o meu caminho seria bem diferente e não sei se iria chegar aonde cheguei em relação à compreensão e entendimento da Verdade, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13).
No dia 12/01/1980, quando eu estava dentro da Clínica Pinel e para onde fui levado por decisão do frei Basílio, pois para ele e para o frei Patrício eu estava necessitando de psiquiatra e não de padre, eu recebi um aviso da Espiritualidade de que havia um prazo de 20 anos. É lógico que, em 1980, eu não entendi bem o tal aviso, mas só comecei a compreendê-lo quando estava se aproximando o ano de 2000, que foi também o término do tempo de 10 anos que o frei Basílio foi passar em Moçambique como missionário. E assim comecei a me preparar para manter diálogos mais constantes e profundos como o frei Basílio, mas logo que ele chegou ao Brasil comecei a ouvir uns comentários de que ele iria passar mais 3 anos na Europa para trabalhar diretamente com o Padre Geral dos franciscanos, mas decidi esperar para ter notícia certa sobre o assunto. Em Março de 2000 veio a notícia correta, então fui sim rezar e pedir orientação ao Espírito Santo de Deus de como eu deveria agir: “Esperar mais 3 anos ou havia um outro caminho para seguir!” E foi assim que recebi a orientação para fazer uma apostila com cartas, que eu já tinha escrito e enviar um exemplar dela para cada um dos 8 cardeais brasileiros, mas Ele me deu toda a liberdade de escolher o que eu queria enviar para os cardeais. Fiz esse trabalho no ano de 2000 e escolhi 43 das cartas já escritas, mas como havia alguns assuntos, que eu queria enviar para os cardeais, mas que tinha escrito para o frei Basílio, então decidi escrever mais uma carta específica sobre os mesmos assuntos e a enviei para o bispo Dom Célio, antes de enviá-la juntamente com as outras 43 para os 8 cardeais brasileiro, que foi em Março de 2001.
Hoje, enquanto ouvia a sua homilia sobre o capítulo 20 do Evangelho de João e principalmente o versículo 29 (“Jesus lhe disse: “Porque viste, creste. Felizes os que não viram e creram!””), eu perguntei ao Espírito Santo de Deus: “Como continuar o trabalho sobre a divulgação da Verdade e da implantação do Reino de Deus na Terra?” E recebi essa resposta: “Eu só posso agir por meio da sua ação, mas muitos outros Espíritos agem querendo impor a vontade deles sobre a vontade de quem está vivendo em corpos de carne, mas Eu não ajo assim, pois respeito plenamente a liberdade de todos”.
É por causa dessa resposta que recebi durante a celebração da missa, que decidi lhe enviar mais essa carta e pedir-lhe auxílio para me auxiliar na missão, que tenho de realizar nessa minha atual vida aqui na terra. Até hoje só encontrei muita omissão por parte das outras pessoas e aprendi que não se pode pecar por omissão, então continuo agindo.
Sobre a sua homilia vou fazer apenas essa comentário: O apóstolo Tomé teve sim uma grande importância no texto do Evangelho de João, citado no capítulo 20, mas ele não representou no contexto citado todos os outros homens e mulheres da humanidade, mas deu-nos uma prova como é difícil falar sobre assuntos referentes às manifestações e revelações da Espiritualidade. Veja quando eu comecei a receber revelações da Espiritualidade em Janeiro de 1980 foi mais fácil para dois sacerdotes, que me conheciam muito bem me considerarem como um “desequilibrado mental”, do que me dar um pouco de auxílio.
À medida que vamos caminhando e agindo, vamos também recebendo mais orientações da Espiritualidade, mas quanto mais evoluído é um Espírito mais ele respeita a nossa liberdade, então o Espírito Santo de Deus respeita plenamente a liberdade de todos, mas isso não é tão verdadeiro para com as ações ou intervenções de outros Espíritos e principalmente para Espíritos, recém-libertados de corpos físicos (ou logo que morrem).
Vou lhe enviar a 3ª carta que escrevi para o frei Patrício e que foi escrita já com o objetivo de não ser enviada para ele, pois como ele não aceitou dialogar comigo no encontro do ENFRADES de 2014, mesmo após ter enviado para ele duas cartas e ter entregue nas mãos dele uma apostila com diversas cartas, que foram escritas para ele, para o frei Estanislau e para o frei Basílio, no encontro dos ex-seminaristas (o ENFRADES) de 2010. Essa 3ª carta foi escrita para ajudar ou auxiliar a quem quiser entender todo o meu processo no futuro e é por isso que estou lhe enviando-a, pois o presente de hoje já é sim um futuro considerando o momento de Julho de 2014.
Caso seja do seu interesse também posso lhe entregar as duas primeiras cartas, que já enviei para o frei Patrício, do qual fui aluno por 6 anos (de 1958 a 1963) e nos três últimos anos (1961 a 1963), ele ainda foi o meu padre espiritual no seminário, então ele me conhecia muito bem.
Temos que continuar agindo para que o Espírito Santo possa sim agir por nosso intermédio.
Desde já muito obrigado e desejo-lhe uma PAZ PLENA...
Rosário Américo de Resende.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 15/Jul/2016 17:13 
Online

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6672
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Caro amigo e irmão forista, um grande abraço.
Eis a minha terceira carta para o padre Anderson:
Belo Horizonte, 23 de Agosto de 2015. Padre Anderson, um grande e fraternal abraço.
A decisão de lhe escrever mais essa carta foi tomada enquanto ouvia a sua homilia de hoje sobre o Evangelho de São João sobre o pão da vida e principalmente sobre a sua última frase, conforme o versículo: ‘Então, disse Jesus aos Doze: “Não quereis também vós partir?” (Jo 6,67)’.
Imediatamente o Espírito Santo de Deus me pediu para lhe escrever mais essa carta, que já é a 3ª, inicialmente fiquei em dúvida se iria ou não lhe escrever, mas Ele me pediu uma confirmação se eu iria ou não lhe escrever e respondi para Ele que iria sim... Quando fui ao altar falei baixinho para Deus que iria cumprir o que lhe tinha prometido um pouco antes e logo que desci as escadas, outros Espíritos já me perguntaram o que eu tinha prometido para Deus. E como não expliquei nada para eles no momento, então eles vieram até ao meu lar e aqui estão vendo tudo o que estou fazendo: Já olhei alguns comentários, que fiz no site do jornal O TEMPO; postei no FACEBOOK a poesia sobre o Libertador e também postei o 1º capítulo da minha apostila sobre Teologia; imprimi as duas cartas, que já lhe enviei para poder escrever mais essa aqui.
Como tenho sim muita correlação com o número 3, pois recebi o nome de Rosário, que tinha 15 mistérios e os terços de reza têm 5 mistérios. Essa é a 3ª carta que lhe escrevo e por isso o “3” continua em voga, para mim, nesse momento atual. Numa carta que escrevi no dia 08/12/2002 fiz sim uma relação do número “3” na Bíblia e já encontrei 52 citações (ainda pode sim existir mais!). Vou citar aqui um texto desta carta, que, para mim, teve sim uma imensa importância, mas que deve ter passado despercebido para quase todos: “O mais interessante para mim aconteceu no decorrer do 3º ano do 3º milênio, pois exatamente no dia 16/10/2002 o Papa João Paulo II destruiu o “Terço”, que nós aprendemos a rezar desde a nossa meninice. Sempre éramos chamados para rezar o “Terço”, que tinha 5 mistérios. O “Terço” era realmente 1/3 do “Rosário”, que possuía 15 mistérios: 15 dividido por 3 é igual a 5. Agora, com a criação, ou melhor, com o acréscimo de mais 5 mistérios, os Mistérios da Luz, para o “Rosário”, só se pode rezar o “Quarto”, já que 5 é 1/4 de 20. Se continuarem rezando o “Terço”, então 4/3 é mais do que 1 inteiro. Como reza ainda passa, pois 4 x 5 = 20, mas matematicamente não se pode falar em 4 “Terços” (4/3) do Rosário, pois 1/3 de 20 é 6,66... e isso daria 26,66..... mistérios para o “Rosário”.
Veja que estou envolvido da cabeça até aos pés nessa mudança no Rosário e do Terço, que foi iniciado no século XIII, pois a nossa mãe Inês, por uma causa do destino(!?), me colocou o nome de Rosário. A tia Belinha me contou a razão ou a causa da origem do meu nome, o que muito me alegrou, quando soube. No meu nome foi divulgado e guardado o meu grande segredo cósmico nesta minha atual vida ou passagem pela terra.
Padre Anderson, o Papa João Paulo II tem uma correlação secreta com o número “666” do Apocalipse, pois o 2º papa com dois nomes e II (ii) em algarismos romanos é sim o “666” em decimal de uma numeração com os 10 dígitos numerais e as 26 letras do nosso alfabeto. Eu descobri essa coincidência antes do ano de 1990 e veja o início e o final de uma mensagem, que escrevi no dia 14/01/1990: “UMA MENSAGEM DE ESCLARECIMENTO”
Antes de tudo para que essa mensagem tenha efeito e seja compreendida é preciso de que quem a leia seja humilde, inteligente, esperto e de mente aberta; isto é: os verdadeiros discípulos de Jesus.
Leia o Capítulo 13 do último livro da Bíblia Sagrada, o Apocalipse, principalmente o versículo 18. Lá verão o famoso número “666”, um código, que diz ser de um homem, que representa a “Besta Fera”.
Como São João Evangelista, discípulo de Cristo e filho de Zebedeu e Salomé, escreveu esse assunto (+ ou -) na década de “90”, então já fez 1.900 anos, era impossível para ele expressar com palavras o que hoje já sabemos: o famoso código é a “senha” ou “password”, que cada pessoa possui para acessar ou entrar nos sistemas de processamento de dados e ou buscar as suas informações ou o seu “saldo bancário”, ou seu crédito. Quem for inteligente entenderá, que esses sistemas de controle serão ampliados....E isso é irreversível....
Eis o final: O “666” será considerado também como o mensageiro da paz, da luz, da liberdade, do amor, da união, da verdade e da perfeição por todos aqueles que realmente são filhos(as) de Deus, são cristãos(ãs), são pessoas humanas, são bons (boas), mas estão sendo explorados(as) pelos filhos dos homens, que se intitulam de representantes ou lugares-tenentes de Deus na terra.
O “666” é a reencarnação do próprio espírito do Apóstolo São João Evangelista, vivo em outro corpo. Entenda quem possa entender... Rosário Américo de Resende”.
Padre Anderson, na primeira carta que lhe escrevi lhe entreguei também cópias das 4 cartas, que escrevi para o padre João Batista Libânio e cópias das duas respostas dele, naquela época tinha sim o desejo e objetivo de continuar a correspondência com ele, mas ele só respondeu às minhas duas primeiras cartas e por isso este diálogo foi encerrado. Também lhe enviei a 15ª carta para o frei Basílio e para o Basílio eu continuo escrevendo, pois tenho o objetivo de deixar tudo muito bem registrado e por isso o silêncio do Basílio não me silenciou.
Juntamente com a 1ª carta lhe entreguei 3 cópias (eis novamente o número 3) do meu trabalho: Deus – Verdade e Teologia, para serem entregues ao Cardeal Dom Cláudio: uma para ele, outra para o Papa Francisco e outra para o Papa Bento XVI, mas até hoje não recebi nenhuma resposta sobre o que foi feito e o que está acontecendo, então ficam as perguntas: Eles leram alguma coisa? Eles continuam se omitindo? O que realmente está acontecendo? Tenho que me calar? Tenho que esperar mais tempo?
Mas a sua homilia de hoje mexeu comigo e como o Espírito Santo de Deus me fez um pedido aqui estou cumprindo o que prometi para Ele.
Na segunda carta de 12/04/2015, que lhe escrevi contei-lhe um pouco da minha história e também como fui orientado pelo Espírito Santo de Deus para enviar uma apostila com 44 cartas minhas para os 8 cardeais brasileiros e como eu fiz tudo para que essa orientação fosse cumprida em Março de 2001, mas todos ficaram em silêncio para comigo e isso foi sim uma omissão da parte deles e aprendi que não podemos pecar por omissão. Mas entendo que a Espiritualidade está agindo e como prova disso cito a renúncia do Papa Bento XVI e a eleição do Papa Francisco, o primeiro Papa que veio da América e América do Sul. Eu já esperava essa eleição, quando foi eleito o Papa Bento XVI, pois era necessário para o BEM da Igreja que fosse eleito um Papa fora do eixo europeu, mas a escolha do nome Francisco foi para mim uma novidade, como também foi a escolha do nome do papa João XXIII em 1958, que fez uma reforma profunda na Igreja, e eu já estudava no Seminário Seráfico Santo Antônio em Santos Dumont.
Juntamente com a segunda carta eu lhe cópia da 3ª carta escrita para o frei Patrício, mas já com o objetivo de não entregá-la a ele, pois a omissão da parte dele já era coisa certa para mim, mas eu não podia ser omisso para com a minha responsabilidade presente e futura, pois o Espírito Santo de Deus pôs sobre os meus ombros essa quase absurda responsabilidade.
Lembro-me muito bem do momento em que fui orientado, no final de 1987, pela monja Maria Pia, que era a abadessa das monjas clarissas da Rua Santa Rita Durão, para conversar com o bispo Dom Cristiano Portela. Num sábado do início de 1988, liguei para ele e marcamos um encontro às 20,00 horas; encontro esse que não aconteceu como eu queria, pois quando revelei para ele o meu objetivo, que era em função das minhas vivências místicas ou mediúnicas, ele encerrou o encontro dizendo-me assim: “Eu não entendo disso, não quero entender e não tenho mais tempo para conversar com você”. Fiquei bem decepcionado e despedi dele, pedindo até desculpa pelo tempo que já tinha tomado dele. Tive uma rápida conversa com o porteiro do Hospital Madre Teresa, onde ele residia e em seguida fui para o onde estava o meu carro. Mas antes de iniciar a dirigir o Espírito Santo de Deus me falou assim:
“Não fique triste, pois você só viu o plano físico, mas se você visse quais foram os Espíritos que foram convidados para ouvir diálogo aqui, você iria dar pulos de alegria!” Eu fiquei tão contente que não perguntei o nome de nenhum deles, mas só de saber da presença deles, já me deu uma imensa satisfação e fui tranquilo para a minha residência.
Padre Anderson, nos dias 11 e 12 de Janeiro de 1980, estavam reunidos na terra e como vivos ou reencarnados os 3 apóstolos Pedro, Tiago e João, e, tinham como líderes no plano Espiritual os Espíritos de Jesus e de Deus Pai, juntamente com vários Espíritos desencarnados da hierarquia da Igreja e por isso foram ditas muitas frases em latim, iniciadas pelo frei Basílio com a frase: “Alia jacta est”, como eu mesmo ouvi no dia 12/01/1980, mas ele nunca aceitou que disse essa famosa frase do general romano Júlio César, que comandava o exército romano sediado nas Gálias, que hoje é a França e depois continuadas por mim e só fiquei sabendo desta frase: “consummátum est”. E o Basílio só me contou isso no início do ano de 1998, quando tivemos um diálogo sobre os acontecimentos de Janeiro de 1980 e ele ainda me falou mais ou menos assim, quando falei com ele novamente sobre a frase latina dita por ele:
“Foi você que falou várias frases em latim, parecia até que você tinha assumido a personalidade de Jesus”.
Fiquei muito satisfeito, pois já sabia disso e que eu tinha recebido pela primeira vez sintonia perfeita e consciente do Espírito de Jesus nos dias 25 e 26/11/1983 e entendi que no Pentecostes bíblico (Atos 2) o objetivo foi sim o de mostrar para os seres humanos tudo o que estava acontecendo em relação à missão salvífica de Jesus e em Janeiro de 1980 haviam sim dois objetivos: um era para o meu aprendizado e o outro era para mostrar para a Espiritualidade da hierarquia da Igreja o que estava acontecendo no plano físico e com a presença dos 3 apóstolos já citados, como vivos ou reencarnados e com a direção espiritual dos Espíritos de Jesus e de Deus Pai.
Padre Anderson, a implantação e construção do Reino de Deus na Terra como Jesus nos ensinou a rezar e a pedir no Pai Nosso (Mt 6,10) é sim uma responsabilidade de todos, como foi muito bem exposto na sua homilia de hoje, mas com os atuais ensinamentos doutrinários da Igreja isso torna-se quase impossível em função da irracionalidade de muitos deles, basta ver como os europeus estão sim perdendo a crença na Igreja Católica Apostólica Romana e como as igreja pentecostais estão se multiplicando e crescendo muito na atualidade. Os pentecostais estão sim mais perdidos do que cegos no meio de um tiroteio.
Deus está sim agindo, mas como Ele respeita plenamente a liberdade de todos, então a responsabilidade passa sim a ser nossa como foi dito por você na homilia de hoje, pois Deus só irá agir por meio de nossas ações. Agora muitos outros Espíritos não respeitam a nossa liberdade e até se apresentam como se fosse o próprio Espírito de Deus para muitos fundadores de novas igrejas, pois os falsos deuses gostam sim de serem cultuados e adorados pelos seres humanos...
Vou lhe entregar juntamente com essa carta uma cópia da carta que escrevi para o Papa João Paulo II.
Qualquer ajuda de sua parte para mim será sim uma imensa ajuda para a realização da implantação do Reino de Deus na Terra. Posso dar palestras e ou cursos sobre a Bíblia, Teologia e Deus; também posso dar palestras sobre saúde mental, pois estudei muito sobre essa área para entender o que aconteceu comigo após o ano de 1979. Hoje eu falo que não existe loucura, mas existe sim muita ignorância sobre o assunto e para aqueles, que continuam defendendo a existência da loucura, eu digo: “Toda loucura tem cura”.
Desde já lhe agradeço e desejo-lhe uma PAZ PLENA. Rosário Américo de Resende.
P. S.
Estou lhe entregando também a introdução da apostila com cartas e e.mail’s para bispos, arcebispos, cardeais e papa. O mesmo.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 1096 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 68, 69, 70, 71, 72, 73, 74  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Rosário e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB