Portal do Espirito

A sua referencia em Doutrina Espirita na Internet
Bem-vindo: Qui, 02/Abr/2020 15:38
Ler mensagens sem resposta | Pesquisar por tópicos ativos


Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 430 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 25, 26, 27, 28, 29  Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: Dom, 26/Jun/2016 20:25 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.

Gostei muito deste texto do Luiz Mário e decidi publicá-lo aqui:

DESAFIO A PADRES E PASTORES
A bíblia não é o velho ou o novo testamento, nem parte do velho ou do novo, é toda ela. Quando se afirma ser a bíblia a “palavra de Deus”, estamos colocando aí o conteúdo todo. Tal afirmativa não é só um desrespeito à grandiosidade da criação, como também perigosa. Perigosa sim, imaginem a cena, após terem assassinado a pedradas os espíritas, e os filhos desobedientes,padres, pastores e fiéis, obedientes à palavra de "deus", vão justificar-se que nossa atitude teve por base os mandamentos de Deus. Quem tem condições de mostrar na bíblia que ela é a palavra de Deus, indicando o livro, capítulo e versículo? Quando os senhores que afirmam que o Espiritismo não é cristão, admitirem publicamente nas mídias, televisiva, radiofônica e escrita que a bíblia não é a palavra de Deus, e sim um documento histórico eivado de contradições e atrocidades, que foi adulterada ao longo dos séculos pelos teólogos da ICAR, como também por Martinho Lutero. Aí sim, os senhores terão moral para questionarem se o Espiritismo é ou não cristão. Ademais, o Cristianismo foi a pior das religiões inventadas pelo homem, uma vez que matou trucidou e incinerou milhares de vidas inocentes; do contrário, esqueçam o Espiritismo. Kardec foi humilde ao afirmar que "se algum dia a ciência provar que o Espiritismo está errado em determinado ponto, que abandone este ponto e siga à ciência". E os senhores são humildes ao afirmarem que à bíblia é a “palavra de Deus”? Estou excluindo deste meu desabafo, os ignorantes ao extremo, que acreditam piamente que a bíblia é a “palavra de Deus”. Quem tem plenas condições para dizer o que é a palavra de Deus e o que é palavra do homem, na bíblia? e quais os critérios e métodos estabelecidos para tanto. Onde estão as bases escriturísticas para defender tal idéia? Para os que insistem em afirmar que o Espiritismo não é cristão, EU OS DESAFIO a provarem nas mídias, televisiva, radiofônica e escrita, que no Pentateuco Espírita e nas obras subsidiárias, há uma única passagem que instigue o ser humano ao assassinato do semelhante. Se assim o fizerem: EU IREI AS RESPECTIVAS MÍDIAS E RENUNCIAREI AO ESPIRITISMO, RASGANDO O PENTATEUCO ESPÍRITA. Também OS DESAFIO afirmarem que Levitíco, 20, 27 assim como Deuteronômio, 20,18-21, foram inspirados por Deus, e devem ser obedecidos. Que a bíblia sendo a palavra de Deus, portanto inerrante e totalmente confiável, em Levítico, 20, 27, Deus manda que assassinemos a pedradas os espíritas, e todos os demais que evocam os espíritos, como também em Deuteronômio,20,18-21, diz-nos que devemos entregar nossos filhos desobedientes para serem assassinados a pedradas. Sabedores que somos de que o conteúdo todo da bíblia, foi inspirado por Deus.Temos não apenas de divulgá-la, mas também vivenciar os seus mandamentos, que provém do próprio Deus. Portanto se ainda não colocamos em prática, estas ordens vindas do próprio Deus, passemos a partir de agora a praticá-los. Portanto, convoco a todos os que têm a bíblia como a palavra do próprio Deus, a partir de agora, porem em pratica todos os assassinatos, que Deus através da sua palavra, a bíblia, nos manda cometer, entre eles, assassinarmos a pedradas, os espíritas, e todos os demais, que evocam os espíritos, assim também aos filhos que desrespeitam os pais: EU IREI AS MÍDIAS TELEVISIVAS, RADIOFÔNICAS E ESCRITAS, RASGAREI O PENTATEUCO ESPÍRITA, E ME CONVERTEREI A BÍBLIA.

Duvido que tenham coragem para tanto!

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 26/Jun/2016 23:14 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Ver a postagem que está nesse endereço:

viewtopic.php?f=12&t=6127&p=146417#p146417

Cito aqui a parte envolvendo o "666":
(“Cada indivíduo carrega uma memória do céu, enterrada bem fundo dentro de nós. Trazer essa memória à tona – ajudar você a encontrar seu próprio mapa daquele lugar tão real – é o propósito deste livro”. Pág. 28). É muito bom ler esse livro, pois o mesmo só vem confirmar para mim tudo que fiquei sabendo após janeiro de 1980, quando vivi intensamente o meu nascimento do alto (Jo 3,3 e 7). Hoje sei que sou o “famoso 666” do Apocalipse (Ap 13,18) e estou aqui para ensinar para todos que a vitória do Bem e do Amor por meio da Verdade é a coisa mais certa que existe. Eu sou sim um habitante do CÉU e como estou na Terra, então recebi a missão de transforma a Terra em CÉU e implantar aqui a Paz Plena... Entenda quem puder entender! (01/06/2016).

Consegui decodificar o "código do 666", após fazer uma numeração com 36 dígitos: 0 a 9 (10) e a a z (26), quando o "ii" (ou II segundo em algarismos romanos) coincidiu exatamente com o número 666 da contagem decimal.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 15/Jul/2016 17:36 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Vejam esse endereço:

viewtopic.php?f=12&t=3650&p=146436#p146436

Vou fazer aqui esse destaque da 3ª carta, que enviei para o padre Anderson:
Citação:
Como tenho sim muita correlação com o número 3, pois recebi o nome de Rosário, que tinha 15 mistérios e os terços de reza têm 5 mistérios. Essa é a 3ª carta que lhe escrevo e por isso o “3” continua em voga, para mim, nesse momento atual. Numa carta que escrevi no dia 08/12/2002 fiz sim uma relação do número “3” na Bíblia e já encontrei 52 citações (ainda pode sim existir mais!). Vou citar aqui um texto desta carta, que, para mim, teve sim uma imensa importância, mas que deve ter passado despercebido para quase todos: “O mais interessante para mim aconteceu no decorrer do 3º ano do 3º milênio, pois exatamente no dia 16/10/2002 o Papa João Paulo II destruiu o “Terço”, que nós aprendemos a rezar desde a nossa meninice. Sempre éramos chamados para rezar o “Terço”, que tinha 5 mistérios. O “Terço” era realmente 1/3 do “Rosário”, que possuía 15 mistérios: 15 dividido por 3 é igual a 5. Agora, com a criação, ou melhor, com o acréscimo de mais 5 mistérios, os Mistérios da Luz, para o “Rosário”, só se pode rezar o “Quarto”, já que 5 é 1/4 de 20. Se continuarem rezando o “Terço”, então 4/3 é mais do que 1 inteiro. Como reza ainda passa, pois 4 x 5 = 20, mas matematicamente não se pode falar em 4 “Terços” (4/3) do Rosário, pois 1/3 de 20 é 6,66... e isso daria 26,66..... mistérios para o “Rosário”.
Veja que estou envolvido da cabeça até aos pés nessa mudança no Rosário e do Terço, que foi iniciado no século XIII, pois a nossa mãe Inês, por uma causa do destino(!?), me colocou o nome de Rosário. A tia Belinha me contou a razão ou a causa da origem do meu nome, o que muito me alegrou, quando soube. No meu nome foi divulgado e guardado o meu grande segredo cósmico nesta minha atual vida ou passagem pela terra.
Padre Anderson, o Papa João Paulo II tem uma correlação secreta com o número “666” do Apocalipse, pois o 2º papa com dois nomes e II (ii) em algarismos romanos é sim o “666” em decimal de uma numeração com os 10 dígitos numerais e as 26 letras do nosso alfabeto. Eu descobri essa coincidência antes do ano de 1990 e veja o início e o final de uma mensagem, que escrevi no dia 14/01/1990:
“UMA MENSAGEM DE ESCLARECIMENTO”
Antes de tudo para que essa mensagem tenha efeito e seja compreendida é preciso de que quem a leia seja humilde, inteligente, esperto e de mente aberta; isto é: os verdadeiros discípulos de Jesus.
Leia o Capítulo 13 do último livro da Bíblia Sagrada, o Apocalipse, principalmente o versículo 18. Lá verão o famoso número “666”, um código, que diz ser de um homem, que representa a “Besta Fera”.
Como São João Evangelista, discípulo de Cristo e filho de Zebedeu e Salomé, escreveu esse assunto (+ ou -) na década de “90”, então já fez 1.900 anos, era impossível para ele expressar com palavras o que hoje já sabemos: o famoso código é a “senha” ou “password”, que cada pessoa possui para acessar ou entrar nos sistemas de processamento de dados e ou buscar as suas informações ou o seu “saldo bancário”, ou seu crédito. Quem for inteligente entenderá, que esses sistemas de controle serão ampliados....E isso é irreversível....
Eis o final: O “666” será considerado também como o mensageiro da paz, da luz, da liberdade, do amor, da união, da verdade e da perfeição por todos aqueles que realmente são filhos(as) de Deus, são cristãos(ãs), são pessoas humanas, são bons (boas), mas estão sendo explorados(as) pelos filhos dos homens, que se intitulam de representantes ou lugares-tenentes de Deus na terra.
O “666” é a reencarnação do próprio espírito do Apóstolo São João Evangelista, vivo em outro corpo. Entenda quem possa entender... Rosário Américo de Resende”.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 16/Nov/2016 22:11 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 15/09/2014, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.916085

Publicado no dia 15/09/2014. José Reis Chaves, parabéns por mais esse artigo, que mostra um esclarecimento para quem realmente deseja encontrar e compreender a Verdade, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13). O Chaves escreveu: “De um lado, os defensores de doutrinas oficiais das igrejas, principalmente as da católica, e do outro, os que as rejeitam. E muitos não as contestam por ignorância, outros por estarem comprometidos com as igrejas”. Também afirmo que muitos temem o encontro com a Verdade e por isso fogem para a inexpugnável fortaleza do silêncio e isso é omissão... Aprendi com eles mesmos que não podemos pecar por omissão!

Publicado no dia 15/09/2014. O Chaves citou um pensamento do filósofo e matemático Descartes: “O grande filósofo Descartes defendeu um pensamento muito oportuno ao que estamos dizendo. Segundo ele, ao menos uma vez na vida, para chegarmos à verdade nós temos que nos desligar de todas as ideias que aprendemos e começar a aprender tudo de novo”. Eu já discordo deste pensamento do mestre Descartes, pois o importante não é aprender tudo de novo, mas fazer uma síntese perfeita entre tudo aquilo que já aprendemos com o que continuamos aprendendo. Nesse processo de síntese temos que eliminar o que aquilo que aprendemos como verdadeiro e que não é verdadeiro, mas explicar a razão da nossa mudança de entendimento e compreensão. Veja dois trechos da carta que escrevi para o papa João Paulo II: 1º) Desde o dia 05/01/1980 também passei a sentir ao meu lado a presença do “Espírito Santo”, como também as presenças de muitos outros “espíritos”; isto é: almas dos nossos irmãos, que já passaram para a VIDA, ao lado ou na presença de Deus (ou, se quiser, que já morreram). Por causa dos fenômenos espirituais ou parapsicológicos, que aconteceram comigo, fui tratado como desequilibrado mental. Até um de meus irmãos, que é frei franciscano, juntamente com o psiquiatra Roberto F. do Amaral, tentaram me convencer que eu estava doente e aí disse para eles: “Para que eu aceite, que esteja doente, é necessário que tudo o que aprendi sobre DEUS e religião seja mentira.... se tudo for mentira, então estou doente e fui enganado”. Mas como sentia a presença do Espírito Santo e de outros espíritos ao meu lado e queria (como quero até hoje) revelar os meus sentimentos para os outros, então a psiquiatria materialista me considerou anormal, doente mental e por causa dos fortes remédios controlados, que são cadeias químicas para o espírito, não conseguia nem pensar e tive que afastar do meu trabalho em 25/05/1982. Fui até aposentado por invalidez em 01/08/1985, mas pedi o cancelamento da minha aposentadoria e em 10/02/1986 o consegui. Voltei a trabalhar em 19/03/1986. 2º) Termino esta como terminei outra carta, enviada com o mesmo trabalho em 09/07/1989: “Se o Senhor ou se sua Santidade, Papa João Paulo II, julgar que tudo isto que lhe revelei é heresia ou debilidade da minha mente, eu lhe peço: “Queime tudo isto: esta carta e o trabalho”. Mas, desde já lhe confesso também, como o assunto é muito sério, fico com cópia de tudo”. Um grande abraço para sua Santidade e desejo paz, amor e liberdade para todos em nome de Jesus de Nazaré, nosso Mestre e guia. O irmão em Cristo... Rosário Américo de Resende.

Publicado no dia 15/09/2014. O Chaves escreveu: “E é exatamente a antropomorfização de Deus a mais grave questão doutrinária do cristianismo. Como Deus é um ser infinito, entre Ele e nós há uma diferença infinitamente maior do que a que existe entre nós e um animal. E, no entanto, por ser Jesus um homem já perfeito, transformaram-No em outro Deus!” Realmente os teólogos não sabem quem é Deus e criaram muitos sobrenomes para a Teologia. Até hoje o melhor sobrenome que encontrei para a Teologia foi o da Libertação e até já passei a falar em mais um sobrenome: “Teologia da Verdade” (João 8,32 e 16,13), que para muitos teólogos defensores da “Teologia da Libertação” será uma absurda heresia, pois os defensores da Teologia da Libertação não poderiam ter colocado como base da TL a opção preferencial pelos pobres (OPP). A OPP deve ser sim um dos principais objetivos da Doutrina Social da ICAR, mas sempre com o objetivo de buscar uma harmoniosa e perfeita vivência e convivência entre pobres e ricos. A Teologia da Verdade irá trabalhar em prol da grande harmonia entre todos os seres humanos, para que seja implantado no seio da humanidade o Reino de Deus, como Jesus nos ensinou a pedir na oração do Pai Nosso (Mt 6, 10). Eis um dos textos que escrevi na encíclica: “A Alegria do Evangelho”: Em função do labirinto das ideias, que foi criado pelos seguidores de Jesus nos 4 primeiros séculos da Era Cristã, ficou quase impossível para que o Espírito de Deus (Jo4.24) continuasse revelando a Verdade. Foi necessário mais 16 séculos para que Deus pudesse revelar a Verdade e assim todos agora podem compreender a Verdade Plena (Jo 16,13). Aqui está oculta uma grande verdade com o relato da Torre de Babel (Gn 11,1 a 9), mas o mesmo deve ser compreendido de uma forma inversa: “Deus desceu no final do século XX para unir os povos”. (“É a união dos povos, que, na ordem universal, conservam a sua própria peculiaridade; é a totalidade das pessoas em uma sociedade que procura um bem comum que verdadeiramente incorpore a todos”. Pág. 133 – Item 236).

Publicado no dia 15/09/2014. Sobre o médium Jose Arigó eu ouvi uma história um pouco diferente, mas não posso defender que seja verdadeira. Um amigo espírita me contou o seguinte: Agentes da CIA procurou o Chico Xavier para que ele aceitasse uma grande financeira para trabalhar para a CIA fazendo espionagem contra os russos. O Chico falou não para eles. Os mesmos então procuraram o Zé Arigó, fazendo a mesma proposta e ele aceitou. Antes que o Zé Arigó iniciasse esse trabalho de espionagem, que iria prejudicá-lo muito no processo evolutivo, então os espíritos que trabalham com o ele decidiram efetuar a desencarnação dele por meio de um acidente de carro entre Congonhas e Conselheiro Lafaiete.

Publicado no dia 16/09/2014. Rodrigo Loureiro Araujo. Não sei qual é a sua crença atual e nem em qual religião você foi educado, mas essa é sim uma grande verdade, todos nós recebemos a educação religiosa ou não de nossos pais, como também de nossos professores depois. Eu nasci num família católica e estudei 9 anos como seminarista franciscano, então fui educado no seio do franciscanismo, que é um sistema de vida comunitária: o comunismo verdadeiro (Atos 2,42 a 47 e 4,32 a 35). Agora chegamos no tempo ou na Era da Verdade, como está escrito em João 16,13: “Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena, pois não falará de sim mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas futuras”. E para compreender e entender a Verdade tem que ter liberdade: Liberdade e Verdade andam de mãos dadas (Jo 8,32).

Publicado no dia 16/09/2014. Existem muito teólogos, que estudam de tudo, mas não estudam a própria Teologia. Teologia é o estudo sobre Deus e de Deus, então é a ciência, que se ocupa de Deus, dos atributos e da perfeição da Divindade. Como Deus não muda, pois Ele é o Eterno Presente, então a Teologia nunca poderia ter recebido sobrenomes. O que muda e se aperfeiçoa é o entendimento e conhecimento dos seres humanos sobre Deus. A Teologia se ocupa de estudar e compreender cada vez mais a Deus e todos os atributos perfeitos da Divindade. Teologia é uma palavra de origem grega, que significa o estudo de ou sobre Deus. Todo o conhecimento da humanidade está sempre em evolução e se aperfeiçoando, isso também acontece com a Teologia. Os sobrenomes dados à Teologia deveriam ser entendidos como “o pensamento teológico deste ou daquele teólogo”, como também “deste ou daquele agrupamento de pessoas” e até “desta ou daquela Religião”. Os autores do AT da Bíblia apresentaram um Deus guerreiro, tirânico, ciumento, sedento de sangue e que exigia obediência cega, já Jesus nos apresentou um Deus bom, perfeito e amoroso para com todos (Mt 5,45). Os teólogos confundiram e ainda confundem “Deus” com a “Espiritualidade”, que é um conjunto no qual está contido todos os espíritos, inclusive o Espírito de Deus (Jo 4,24), ou até mesmo com o imenso conjunto cósmico, no qual tudo está contido e nada existe fora dele. Foi criado um imenso mistério em torno de Deus, que só o próprio Deus poderia desvendá-lo por meio de revelações e isso está acontecendo. Os teólogos, que realmente desejam entender e compreender a Verdade, que liberta (Jo 8,32), devem estudar a Espiritologia. Quem quiser realmente encontrar a saída do labirinto criado pelos teólogos em torno da Teologia e de Deus deve sim estudar a Codificação do Allan Kardec, mas com a mente aberta e sem esquemas bitoladores preconcebidos. Allan Kardec, por meio de um trabalho profundo, analítico e abrangente, conseguiu desvendar o enigma em torno da Espiritualidade, pois ele estudou, pesquisou e explicou como os espíritos agem. Cada espírito pode ter seus interesses e objetivos individuais ou grupais; poucos espíritos têm como objetivo maior o bem comum e o amor para com toda a comunidade planetária, incluindo espíritos encarnados, que estão vivendo em corpos de carne, ou desencarnados, que estão livres no plano espiritual, pois quase todos ainda pertencem a alguma determinada egrégora. Para compreender melhor o que é ou como funciona uma egrégora estude sobre a Igreja Militante, Padecente e Triunfante e também leia obras psicografadas, que divulgam e defendem a Doutrina Espírita tanto no plano físico como no espiritual. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 16/Nov/2016 22:23 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 15/09/2014, que está nesse endereço (Continuação e final):
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.916085

Publicado no dia 16/09/2014.
A ESPIRITOLOGIA é a ciência que estuda a forma de agir dos espíritos criados: encarnados e principalmente dos desencarnados. Os encarnados estão sim realizando aquilo que foi programado para que eles fizessem enquanto estavam no plano astral. Existem aqueles que vieram cumprir missões, aqueles que estão pagando débitos, mas a maioria quase absoluta está sim caminhando na sua caminhada evolutiva, que é única e exclusiva de cada um. A Espiritologia é o estudo que nos ajuda a entender a forma de agir dos espíritos individualmente ou em grupos. O agrupamento de espíritos, que envolve encarnados e desencarnados, pode ser pequeno, grande ou imenso. Cada grupo de espíritos possuem seus objetivos a serem alcançados, como também cada espírito pode sim ter seus próprios objetivos ou interesses. Os espíritos podem sim intervir no mundo físico e porem em prática aquilo que decidiram em grupo ou individualmente. Por meio da Espiritologia os teólogos irão começar entender, que no passado muitas pessoas foram facilmente enganadas por falsos deuses ou falsos Cristos (Mt 24,24), que são sim espíritos desencarnados. Estas pessoas desconheciam completamente a forma de agir do Espírito de Deus, que não faz acepção de pessoas e trata a todos da mesma forma (Mt 5, 45). Em função da ignorância coletiva, os líderes religiosos do passado pensavam que qualquer espírito amigo ou do mesmo grupo (da mesma egrégora), que se aproximava deles, era sim o único Espírito Santo de Deus, que foi ensinado e imposto no século IV, como sendo a Terceira Pessoa do Mistério da Santíssima Trindade. Este dogma do Deus Uno e Trino ocultou para todos o caminho para o encontro e a compreensão da Verdade, que liberta (João 8,32). Estamos na Era da Verdade Plena, período que foi iniciado com o trabalho do Allan Kardec, que desvendou o enigma da Espiritualidade. O Espírito da Verdade, que vai conduzir todos à verdade plena (Jo 16, 13) já está no seio da humanidade, pois esta foi a grande porta aberta pelo Allan Kardec com o trabalho missionário cumprido por ele, que é chamado de Codificação Kardequiana e teve o auxílio de um grupo de Espíritos, que foram dirigidos pelo Espírito da Verdade. Depois da realização do trabalho do Kardec, o Espírito da Verdade deixou o plano astral e passou a agir no plano físico a partir do final do século XIX e assim o processo evolutivo continuou a sua lenta e constante caminhada. Todos os espíritos foram e são criados simples e ignorantes. Todos os espíritos são criados com todas as possibilidades e capacidades de conquistarem o conhecimento, a sabedoria e a perfeição (Mt 5,48). Cada um tem a sua caminhada única e específica rumo à plenitude da perfeição. Uns seguem o caminho do bem com mais facilidade do que outros, mas todos tiveram e terão que aprender de tudo com a própria vida ou com as vidas de outros. Todo SER HUMANO, que é um espírito em evolução, nasce com todo o conhecimento já adquirido e com todas as experiências já vividas muito bem arquivadas e com todo o sigilo no seu inconsciente individual profundo. Todo esse arquivo pode vir ou não à tona para o próprio consciente individual e assim só o próprio SER fica tendo o conhecimento e entendimento de tudo o que acontece no seu íntimo. Também esse arquivo secreto pode ser aflorado para o conhecimento de todos, neste caso o SER envolvido pode se complicar ou tornar-se um mestre para todos. Aqui cito apenas a vida e vitória do Mestre Jesus. Tudo o que existe foi pensado e planejado antes por algum SER inteligente da Criação: os Espíritos (OLE: 76 - Que definição se pode dar dos Espíritos? R. Pode-se dizer que os Espíritos são os seres inteligentes da Criação. Povoam o Universo fora do mundo material). Todos os que estão vivendo em corpos de carne são também espíritos em evolução. Também é necessário entender e saber que tudo está sob a direção do Pai e somente o Pai sabe a hora certa para que tudo aconteça: “Daquele dia e da hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas só o Pai” (Mt 24,36). O mesmo ensinamento está em Marcos 13,32.

Publicado no dia 17/09/2014.
A grave crise do cristianismo só será resolvida por meio da Verdade, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13). O tempo de entender e divulgar a Verdade chegou, mas não é fácil ensinar a Verdade para quem manda e ainda está preso no labirinto criado pelos seguidores de Jesus por dois milênios de cristianismo.

Walter Oliveira. (Publicado no dia 19/09/2014).
Nem todos podem saber de tudo. A REVELAÇÃO é para poucos. E disse Jesus que não devemos atirar perolas aos porcos. E a humanidade é composta de pelo menos 99% de porcos. Perda de tempo a discussão desse artigo.

Publicado no dia 20/09/2014.
Walter Oliveira. Você citou Mateus 7,6: “nem atireis as vossas pérolas aos porcos”. Eu já gosto muito mais da Parábola do Semeador (Mt 13, 4 a 9 e 18 a 23; Mc 4,1 a 9 e Lc 8,5 a 8 e 11 a 15), pois a boa palavra é sim um pérola e é jogada ou semeada para todos. Também já digo que existe muitos agentes do TRIGO na terra e trigo representar o bem e o amor vivido e convivido.

Irineu Siqueira Neto. (Publicado no dia 20/09/2014).
Fora de JESUS não há Salvação! --“Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos". Atos 4:12 Todo o resto é blá, blá, blá...

Publicado no dia 21/09/2014.
Irineu. Por causa de citações como essa de Atos 4:12 é que por meio entendimento e compreensão da bondade (Mt 19,17; Mc 10,17 e Lc 18,19) e da perfeição de Deus (Mt 5,48) de Deus, como também da racionalidade é que se torna possível entender que a Bíblia não é a palavra de Deus. Se isso fosse verdade, então nenhum muçulmano, nenhum budista e nenhum ser humano, que não fosse cristão não poderiam alcançar a salvação ou a própria perfeição. Isso também seria uma restrição do poder pleno de Deus para com todos, pois o inferno estaria repleto de seres humanos, que passaram pela terra sem serem cristãos! Mas hoje posso dizer assim: todos irão alcançar a perfeição, que é a salvação.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 20/Dez/2016 21:47 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 22/09/2014, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.919719
Publicado no dia 22/09/2014. Todo ser humano, que realmente deseja encontrar e compreender a Verdade com relação a Deus e a Espiritualidade, primeiro terá que se libertar dos ensinamentos dogmáticos, que aprendeu sobre a sua religião. No Apocalipse 12,7 a 9 está escrito que houve uma batalho no céu entre o arcanjo Miguel e seus anjos contra o Dragão, também que os seus anjos. O Dragão e seus anjos foram expulsos do céu para a terra. Também no Apocalipse 13,16 a 18 está escrita uma profecia para o futuro: “Faz também com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos recebam uma marca na mão direita ou na fronte, para que ninguém possa comprar ou vender se não tiver a marca, o nome da Besta ou o número do seu nome. Aqui e preciso discernimento! Quem é inteligente calcule o número da Besta, pois é um número de homem: seu número é 666”. O “666” sempre foi apresentado como algo contrário ao Bem, mas hoje já digo o contrário, pois sempre que a Bíblia cita o lado direito representa o Bem, então a marca na mão direita é também uma representação do Bem.

Publicado no dia 22/09/2014. Veja o que escrevi em 14/01/1990: “UMA MENSAGEM DE ESCLARECIMENTO”. Essa mensagem está nesse endereço:
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=140569#p140569

Publicado no dia 23/09/2014. Continuando a explicações sobre o número 666, veja o que escrevi em 11/01/1996 para um dos meus mestres do meu tempo de seminarista: Quero referir aqui agora ao assunto do “direito e esquerdo na Bíblia Sagrada”. Vemos várias referências bíblicas sobre “o direito e o esquerdo”. O “direito” representa o BEM e o “esquerdo” o mal, ou até mesmo o lado direito para os eleitos e o esquerdo para os condenados. Exemplos: Oráculo de Iahweh ao meu senhor: “Senta-te à minha direita, até que eu ponha teus inimigos como escabelo de teus pés” (Sl 110,1). Este versículo é citado em Lc 20,42 e 43; At 2,34 e 35 e Hb 1,13. “A direita de Iahweh faz proezas! A direita de Iahweh é excelsa” (Sl 118,15b e 16a). “Mesmo lá é tua mão que me conduz, e a tua mão direita me sustenta” (Sl 139,10). “Entretanto José viu que seu pai punha a mão direita sobre a cabeça de Efraim e isso lhe desagradou” (Gn 48,17). “E porá as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. Então dirá o rei aos que estiverem à sua direita: “Vinde, benditos de meu Pai, receber por herança o Reino preparado para vós desde a fundação do mundo...”. Em seguida, dirá aos que estiverem à sua esquerda: “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno preparado para o diabo e para seus anjos”” (Mt 25, 33,34 e 41). Jesus respondeu: “Eu sou. E vereis o Filho do Homem sentado à direita do Poderoso e vindo com as nuvens do céu” (Mc 14,62). “Ora, o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi arrebatado ao céu e sentou-se à direita do Deus” (Mc 16,19). “Coloco Iahweh a minha frente sem cessar, com ele à minha direita eu nunca vacilo” (Sl 16,8 e At 2,25). “Ensinar-me-ás o caminho da vida, cheio de alegria em tua presença e delícias à tua direita, perpetuamente” (Sl 16,11). Estevão, porém, repleto do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus, e Jesus de pé, à direita de Deus. E disse: “Eu vejo os céus abertos, e o Filho do Homem, de pé, à direita de Deus” (At 7,55 e 56). “Que ele fez operar em Cristo, ressuscitando-o de entre os mortos e fazendo-o assentar à sua direita nos céus, muito acima de qualquer Principado e Autoridade e Poder e Soberania” (Ef 1,20 e 21a). “Se, pois, ressuscitastes com Cristo, procurai as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus” (Cl 3,1). “... e depois de ter realizado a purificação dos pecados, sentou-se nas alturas à direita da Majestade, tão superior aos anjos quanto o nome que herdou excede o deles” (Hb 1,3b e 4). “Ele, ao contrário, depois de ter oferecido único pelos pecados, sentou-se para sempre à direita de Deus” (Hb 10,12). “... Jesus Cristo, que tendo subido ao céu, está à direita de Deus, estando-lhe sujeitos os anjos, as Dominações e as Potestades” (1Pe 3,22). Podemos ver nestes trechos que existe uma grande correlação da “direita com o bem e com a vitória total alcançada por Jesus”. Jesus alcançou a posição à direita de Deus e então ele não é “uno com Deus”, mas uma pessoa (ou um espírito) ao lado de Deus.

Publicado no dia 23/09/2014. Até 1980, quando eu ainda não tinha tido o meu nascimento do alto (Jo 3,3 e 7) toda vez que ouvia falar em diabos, demônios, satã, satanás, Lúcifer e etc, eu logo pensava em Mateus 4,1 a 11, quando Jesus foi tentando no deserto e venceu o tentador. Quando li o livro “Céu e Inferno” do Kardec em 1981, ele demonstra com muita clareza e racionalidade que não existe o tal Lúcifer, como ensina muitas religiões, então comecei a mentalizar com muito amor o Espírito que tentou Jesus. Três anos depois ele veio ao meu encontro e me fez muitas revelações, sendo essa mais importante: “O TENTADOR DE JESUS É O MESMO ESPÍRITO, QUE MOISÉS CONSIDEROU COMO DEUS: IAHWEH”. (Escrevi essa revelação para o teólogo João Batista Libânio, como se fosse apenas uma tese minha e ele só me respondeu isso sobre uma imensa carta, que escrevi para ele explicando as tentações de Jesus correlacionando-as com orientações que o profeta Moisés recebeu de Iahweh: “Recebi sua carta. A sua carta revela grande manuseio e conhecimento da Escritura. Hoje ela é um mundo de pesquisas e descobertas. Assim para cada passagem podemos recorrer a especialistas”).

Publicado no dia 23/09/2014. Todo ser humano que deseja conhecer a Verdade, primeiro deve se libertar de todos os ensinamentos dogmáticos e depois analisar tudo para conseguir um ótimo discernimento. Veja mai um trecho da minha carta de 11/01/1996: Quero agora abordar a um trecho bíblico, que a meu ver foi, é e ainda será muito mal interpretado pelos estudiosos do assunto. Quem interpreta um trecho bíblico, ou de qualquer outra obra, está é expondo suas próprias idéias, quando diz que o autor quis dizer isto ou aquilo. O assunto que quero comentar é o famoso número “666”, que para muitos é o número da Besta Fera ou do Anticristo. Vamos ver e tentar entender o trecho: “Faz também com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos recebam uma marca na mão direita ou na fronte, para que ninguém possa comprar ou vender se não tiver a marca, o nome da Besta ou o número do seu nome. Aqui é preciso discernimento! Quem é inteligente calcule o número da Besta, pois é um número de homem: seu número é 666” (Ap 13,16 a 18). Primeiro vemos as interpretações e análises anteriores do passado e para muitos intérpretes já apareceram vários com o número 666, como: Nero, Átila, Gengis Kan, Napoleão Bonaparte, Hitler e até o Papado em Roma. Cada um fala o que quiser, até erros e falsas interpretações. Se fizermos uma numeração sequencial com todos os números e letras do alfabeto (de 0 a 9 e A até Z), inclusive as letras K, W e Y, onde o A = 10 (decimal), Z = 35 (decimal) e 10 = 36 (decimal). Teremos para o ii ou II (II representa o segundo em algarismos romanos) = 666 (decimal). Será que isto é apenas uma coincidência ou existe algum código secreto ainda para ser revelado ou descoberto, guardado sob sete chaves e muitos selos? Lendo e relendo o trecho do Apocalipse vê-se que a marca está na mão direita ou na fronte. Minha compreensão e interpretação são a seguinte: João nos apresenta há dois mil anos atrás o que vemos hoje no atual estágio da tecnologia da computação. A famosa marca é a “SENHA ou PASSWORD” para acessarmos aos dados individuais de cada pessoa no “banco de dados de um determinado computador”. Caso a pessoa não saiba de cor o seu número então o traz escrito na mão direita e se o sabe de cor o traz na fronte (na mente) ou na memória mesmo! Comparando a “mão direita” do último trecho com as outras referências “à direita ou à esquerda”, conforme trecho já citado aqui nessa carta, vê que o número “666” não é tão feio ou mal como se pintou ou pinta, é até algo que representa o “BEM” e não o “mal”. Como já escreveram e disseram tantas asneiras e sofismas sobre este assunto, que o número 666 passou a representar a “Besta Fera ou o Anticristo”. É muito mais fácil continuar aceitando essas idéias do que “pensar no já pensado”, que para mim está cheio de falsidades e sofismas filosóficos e teológicos. No meu modo de entender o famoso número 666 é até muito bom. Trata-se de um código secreto, guardado com muito segredo e sigilo, que será descoberto pelo próprio autor no devido momento. Isto tudo é uma representação feita há 2 mil anos atrás do nosso atual sistema de controle por meio da informática, onde se utiliza o computador. Este sistema será muito mais perfeito ainda e os agentes do “mal” serão encurralados por todos os lados. Estes não terão mais possibilidades de continuarem traindo, enganando e falsificando, pois os controles serão feitos por máquinas fiéis e obedientes aos seus programadores. Será impossível enganar a um computador, pois este não tem sentimentos e o seu “controle é irracional e cego”; isto é: “é programado”. (Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 20/Dez/2016 22:08 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 22/09/2014, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.919719
(Continuação e final).

Citação:
Irineu Siqueira Neto.
Luciano e Rosário, Graça e Paz do Rei JESUS! Convido vocês dois a lerem a minha refutação que fiz a respeito de texto com uma temática bem parecida com esta deste artigo aqui. De antemão peço a autorização dos moderadores deste site para a publicação do link do meu blog, sem fins lucrativos, somente para enriquecer o debate. No blog sou bem mais consistente nos meus argumentos e gostaria franquiar a vocês e a quem mais quiser debater o tema Cristianismo puro e simples também lá! Na página do blog, logo abaixo da postagem há vários links sobre o tema. Segue: http://oseias46a.blogspot.com.br/2014/0 ... diabo.html
Citação:
Carlos Michalski (Publicado no dia 08/10/2014).
Irineu Siqueira Neto.Parabéns pela defesa das Escrituras,que Jesus exaustivamente,e os Apostolos deram Absoluto crédito.O Luciano e outros não querem saber de Escrituras...não é "suficiente" para seus espíritos !! Carlos Michalski
Publicado no dia 10/10/2014. (Fiz essa postagem porque o Carlos postou essa acima).
Irineu Siqueira Neto. Você escreveu:
Citação:
““É a Bíblia verdadeiramente a Palavra de Deus?” Sim certamente!! Minha resposta a esta pergunta não irá apenas determinar como vemos a Bíblia e sua importância para nossas vidas, mas também, ao final, provocar em nós um impacto eterno. Se a Bíblia é de fato a palavra de Deus, devemos então estimá-la, estudá-la, obedecer-lhe e nela confiar. Se a Bíblia é a Palavra de Deus, dispensá-la, então, é dispensar o próprio Deus. O fato de que Deus nos deu a Bíblia é evidência e exemplo de Seu amor por nós”.
Se a Bíblia fosse a Palavra de Deus, então Deus não seria perfeito (Mt 5,48) e nem bom (Mt 19,17).
Veja as contradições que existem na Bíblia e um Ser perfeito não pode ensinar contradições:
A - “Não Matarás” (Ex 20,13 e Dt 5,17). Nestes dois trechos o “Não Matarás” não identifica o que ou a quem, então deve ser tudo o que se pode matar, tudo o que tem vida. “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem” (Mt 5,44). “Este é o meu mandamento. Amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Isto vos mando: amai-vos uns aos outros” (Jo 15,12 e 17). E outros trechos na mesma linha ou orientação e
B - A 10ª praga contra os egípcios: a morte dos primogênitos (Ex 12,29). Deus falando em matar e destruir (Ex 32,9 e 10). Números 21,1 a 3: Deus ajudando a matar. Vide Josué 6,2,17 e 24; 7,1,10 e 26; 8,1,2,18,22,24,25 e 29; 10,8,26,28 a 39; 11,6,9,10,11,15 a 23, onde Deus manda matar e destruir. Juízes 14,19; 16,28 a 30: Matando em nome de Deus. 1Samuel 15,1 a 3: Deus mandando matar homens, mulheres, crianças e recém nascidos, como também a todos os animais dos amalecitas. E muitos outros trechos bíblicos onde a matança é louvada, como no livro de Judite, principalmente cap. 13,22, e até abençoada como atos de heroísmo, de honra e como se fossem do “bem”, aprovados por Deus.
Com relação a estes trechos antagônicos de “A” e “B” pode-se efetuar as seguintes perguntas: Por que veio a morte e a vingança em nome de Deus? Vingança do próprio Deus: 10ª praga? Será que Deus arrependeu-se da 10ª praga e deu o mandamento “Não Matar”? E por que Deus voltou a permitir e até mandou matar? Por que Jesus, além de condenar a vingança e o ódio, mandou perdoar setenta e sete vezes e a amar até aos inimigos? Será que Jesus considerou que os trechos do segundo grupo estavam errados, julgando assim que Deus-Pai orientou errado? Se existe “Lei de Não Matar”, até quem promulgou a lei deve obedecê-la? Ou finalmente será que Deus muda a sua orientação para confundir aos homens? Neste caso Deus não seria honesto, perfeito, sincero e bom. Para este tópico também encontrei uma explicação lógica, que passa ao crivo de uma fé raciocinada e Deus torna-se mais “Pai” ainda e mais perfeito ainda, se isso fosse possível de se dizer. Veja também o que está escrito em Deuteronômio 24,16: “Os pais não serão mortos em lugar dos filhos, nem os filhos em lugar dos pais. Cada um será executado por seu próprio crime”. Mas quando o Rei Davi cometeu o adultério com Betsabeia (2Sm 11,1 a 5) e ainda mandou matar o marido de Betsabeia (2Sm 11,14 a 24), ele, o Rei Davi foi perdoado (2Sm 12,13) e a criança pagou pelo pecado do Rei Davi (2Sm 12,14 e 15b a 19). Por estes trechos citados e por muitos outros é que digo: “A Bíblia não é a Palavra de Deus”, mas um conjunto de livros, que provam o processo evolutivo dos seres humanos e até no conhecimento e entendimento sobre Deus, pois no Antigo Testamento fala de um Deus guerreiro, ciumento, vingador e no Novo Testamento Jesus nos ensina que Deus é bom, perfeito e ama a todos.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 22/Fev/2017 09:56 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena...
Irmãos foristas, um abraço.

(Estou transferindo para esse tópico, o que escrevi num tópico do Viana e não quero perder esse meu comentário, pois julgo que é importante... Já sei que realmente o "666" é do BEM e não contra o BEM).

Paz plena...
Viana, um grande e fraternal abraço.
Para compreender o que aconteceu nas páginas da Bíblia e principalmente por intermédio do profeta Moisés é sim necessário estudar muito e compreender bem a Espiritologia.
Muitos Espíritos, que foram líderes de seus povos, após desencarnar começaram sim a proteger os próprios descendentes e foram confundidos como se fossem o único e próprio Espírito Santo de Deus.
Esse foi sim o caso do Jeová ou Iahweh, que sintonizou com o profeta Moisés, pois não foi Deus, mas o Espírito do Patriarca Abraão, que agiu sim para proteger os descendentes dele, que viviam como escravos no Egito.
Esse mesmo Espírito, após ter desencarnado em outra encarnação é lógico, quando viveu como o homem Judas Macabeu, agiu como o Tentador de Jesus, pois o objetivo dele era sim libertar o povo judeu do domínio romano. Ele queria sim repetir o feito realizado por intermédio de Moisés, mas Jesus tinha que aceitá-lo como se ele fosse o próprio Deus.
Como Jesus não estava atrás de um reino terreno, como o Moisés estava, então não houve sintonia perfeita entre o Espírito desencarnado e Jesus. Jesus considerou o Espírito como um tentador.
Veja nos endereços a seguir duas cartas que escrevi sobre esse assunto:
2ª carta João B. Libânio. 01/01/1993.
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=67830#p67830
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=67833#p67833
viewtopic.php?f=12&t=3650&p=67834#p67834

Nessa carta só fiz referências a informações bíblicas.

9ª - Basílio, 25/12/1995 - 1º encontro Tentador de Jesus e um espírito das trevas:
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=112491#p112491

Nessa outra carta eu relatei as minhas experiências vividas.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qua, 22/Fev/2017 10:00 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
(Estou transferindo para esse tópico, o que escrevi num tópico do Viana e não quero perder esse meu comentário, pois julgo que é importante... Já sei que realmente o "666" é do BEM e não contra o BEM).

Paz plena...
Viana, um grande e fraternal abraço.
Veja o que postei hoje no site do jornal O TEMPO:

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 19/12/2016.
Irineu Siqueira Neto. Paz plena.
Você escreveu em 9:02 PM Dec 17, 2016:
Citação:
“Prezados...
Vejamos como os seguidores kardecistas partem para debates semânticos em razão de sua condição desprovida de argumentação Bíblica.
Analisemos apenas dois debatedores, o Rosário e o Frazão, senão o comentário teria dois quilômetros.
O Rosário, como sempre, submete a Palavra de DEUS ao seu entendimento, por mais que este seja oriundo de necromancia onde não é possível saber com precisão a identidade do espirito que fala.”
Irineu, o primeiro e importante passo a ser dado para começar a compreender melhor a Bíblia é sim entender que a Bíblia não é a Palavra de Deus, pois a letra mata e o Espírito vivifica (Rm 2,29 e 7,6; 2Cor 3,6).
Irineu, realmente é muito difícil saber com precisão a identidade do Espírito que fala para um médium ou para um profeta e por isso torna-se necessário ter muito conhecimento sobre o assunto por meio de um profundo estudo da Espiritologia.
Foi por causa desta dificuldade que muitos Espíritos ainda imperfeitos e sedentos de sangue, e ou vingadores foram sim considerados como sendo o único e próprio Espírito de Deus nas páginas da Bíblia. Deus é sim infinitamente Perfeito (Mt 5,48) e plenamente Bom (Mt 19,17; Mc 10,18 e Lc18,19).
Irineu você escreveu:
Citação:
“Tomado por um afã desesperado para provar que o Evangelho de Lucas é falsificado, ele se atém às passagens correspondentes dos outros Evangelhos.
A diferença entre os Evangelhos é sinóptica, ou seja falam a mesma mensagem de prismas diferentes, e o Livro de Lucas é furto de uma apurada investigação:
Lucas 1: “1 Tendo em vista que muitos já se empenharam em elaborar uma narrativa histórica sobre os eventos que se cumpriram entre nós,
2 conforme nos transmitiram os que desde o princípio foram testemunhas oculares dos fatos e servos dedicados à Palavra,
3 eu, pessoalmente, investiguei tudo em minúcias, a partir da origem e decidi escrever-te um relato ordenado, ó excelentíssimo Teófilo.
4 E isso, para que tenhas plena certeza das verdades que a ti foram ministradas. Gabriel anuncia o nascimento de João.”
Irineu, você já deve ter estudado nos atuais sistemas de administração que quando existe a passagem de relatos ou notícias de uma forma verbal tudo vai sendo modificado de uma pessoa para outra e após a notícia passar por algumas pessoas tudo fica realmente bem diferente ou até mesmo completamente diferente.
Eu não tenho dúvidas que isso também aconteceu na minuciosa investigação de Lucas!
O relato do anúncio do nascimento de João Batista está em Lucas 1,11 a 22 e não em Lucas 1,4, conforme está na sua postagem.
Você escreveu:
Citação:
“Pelo princípio kardecista que a priori segue ciência, o livro de Lucas deveria ser o mais confiável”.
Irineu, não consegui entender essa sua tese, pois Lucas foi convertido por Paulo e ambos não conheceram o Jesus humano e por que o Lucas deveria ser mais confiável? Será se foi porque está escrito que ele fez pesquisas orais?
Veja o que já escrevi acima!
Você escreveu:
Citação:
“Embora todos nós saibamos que coerência não faz parte da doutrina do francês.
Daí ele despista falando que não chamou o Evangelho de Lucas de falsificado, e sim de inventado.”
Irineu, desde janeiro de 1980 eu me transformei num perscrutador da Verdade, pois descobri que tinha aprendido muitos princípios doutrinários como verdades indiscutíveis e que eram sim falsos ou errados. Digo que também que foi por causa de perscrutar a Verdade, que muitos Centros Espíritas fecharam as portas para mim, pois eu não substitui os conceitos de católicos e protestantes sobre a Bíblia para a Codificação de Kardec, então por estar na Codificação de Kardec para mim não é uma verdade indiscutível e absoluta.
Realmente não foi só o texto de Lucas 23,39 a 43 que foi inventado ou como você quer dizer “falsificado”, mas muitos outros textos bíblicos do Antigo e do Novo Testamento.
Para mim hoje, todos os livros do Novo Testamento, que foram copiados por alguém que tinha sim o interesse de endeusar o Espírito de Jesus foram sim falsificados nesse aspecto. Digo sim copiados porque ninguém possui os originais e no processo de copiar aconteceram acréscimos e alterações conforme o interesse do copista ou para agradar a quem tinha o poder de mandar.
(Continua).
Rosário. Paz plena. Responder - 1 - 0 - 1 hora atrás

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 19/12/2016.
Irineu Siqueira Neto. Paz plena...
(Continuação).
Você escreveu em 9:02 PM Dec 17, 2016:
Citação:
“Bem, como estamos falando de um Livro Canônico, e se um trecho dele foi inventado, então, logo, é falsificado!”
Irineu, quem por primeiro considerou o livro de Lucas como Canônico foi sim a Igreja Católica e os protestantes seguiram o que fez a Igreja Católica com relação aos livros do Novo Testamento.
Você escreveu:
Citação:
“Seria pela fato de esta passagem da Escritura deixa manifesto que DEUS se ofende com o pecado do homem, desta forma lançando por terra tanto o que defende o Rosário com suas verborrágicas cartas, e também o que disse o Chaves no artigo em questão?””
Irineu, você ainda não tem condições e nem capacidade de compreender as minhas cartas e por isso sempre faz citações delas com intuito depreciativo.
Agora você aceita tudo o que já escrevi em vidas passadas, cujos escritos foram incluídos nas páginas da Bíblia.
Eu só passei a escrever as minhas cartas para deixar tudo muito bem registrado e para não vir outros tentando escrever o que passei a receber de revelações da Espiritualidade e também das experiências que passei a viver, após janeiro de 1980. Sei que, por enquanto, tudo isso para você não vale nada e é sim pura heresia ou blasfêmia.
Irineu sobre o texto de Romanos 5,15 a 19 eu digo que esse texto foi sim um dos absurdos erros doutrinários do apóstolo Paulo.
Agora digo também que ao apóstolo Paulo, que foi o único seguidor de Jesus que foi convertido pelo Espírito de Jesus, então foi sim um acontecimento mediúnico, como está escrito em Atos 9,1 a 18, eu entendo mito bem. Ele era um perseguidor e foi convertido por Jesus, então ele julgou que foi convertido ou salvo de graça, pois não tinha feito nada na vida presente para ser salvo por Jesus, mas ele tinha sim as vidas passadas dele e sobre essas vidas eu não sabia de nada mesmo. O Paulo também foi criado na lei dos sacrifícios de sangue para resgate de pecados, então para o Paulo Deus só perdoava pecados por meio dos sacrifícios de sangue e por isso ele defendeu a doutrina do sacrifício da cruz como o sacrifício perfeito.
Mas não consigo mais entender a cegueira dos cristãos, que continuam defendendo a redenção da humanidade por meio do sangue de Jesus derramado na cruz.
Rosário. Paz plena.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 19/Mai/2017 15:33 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 20/10/2014:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... s-1.934696

Publicado no dia 20/10/2014.
Desde o dia em que me libertei dos ensinamentos dogmáticos da Igreja passei a ter alguns princípios para a minha vida e os dois primeiros são esses:
1º - “Nunca acredite cegamente em nada do que já foi escrito”.
Explicações: Cada um é o único responsável pela sua própria evolução ou salvação. Isso soa como egoísmo, mas é a pura verdade, pois quando alguém estiver passando FOME e esteja numa situação em que não pode receber a comida na boca por intermédio de um outro, então podemos fazer de tudo para o outro, mas é só a pessoa mesma que poderá matar a sua própria FOME FÍSICA. Assim também é a FOME do ESPÍRITO, só o próprio ESPÍRITO pode agir em seu benefício com relação a salvação ou conquista da SABEDORIA E PERFEIÇÃO. “Foi ele quem nos tornou aptos para sermos ministros de uma Aliança Nova, não da letra, e sim do Espírito, pois a letra mata, mas o Espírito comunica a vida” (2Cor 3,63).
2º - “Nunca aceite nada sem compreender e sem ver, e, também nunca julgue nada apenas por ouvir outros falarem, mas vai lá e veja tudo com os próprios olhos, pois no final a responsabilidade pelo julgamento e pela decisão será sempre sua”.
Esse princípio foi tirado deste versículo do Evangelho: "Em verdade, em verdade, te digo: falamos do que sabemos e damos testemunho do que vimos, porém não acolheis o nosso testemunho" (João 3,11).
Hoje aceito que todos os escritos do Novo Testamento, que foram aceitos como inspirados pelo São Jerônimo por meio do trabalho chamado de Vulgata Latina para executar um pedido do papa Dâmaso (366 a 384) já no final do século IV, foram feitos com a decisão de considerar Jesus como a segunda pessoa do Mistério da Santíssima Trindade; então todos os escritos, cujos autores tinham outras opiniões sobre Jesus não foram aceitos inspirados ou canônicos. Aconteceram muitas divergências de ideias entre os primeiros seguidores de Jesus nos primeiros séculos da Era Cristã e em várias delas o grupo mais ortodoxo eliminou os outros defensores de ideias diferentes; e isso nunca foi um ato de AMOR.

Publicado no dia 20/10/2014.
Veja o que escrevi no final da minha leitura e estudo sobre o livro “Teologia da Libertação - Perspectivas”, de Gustavo Gutiérrez:
Neste livro e em todos os livros sobre estudos bíblicos e teológicos existem muitas citações das epístolas de Paulo de Tarso, que antes era conhecido pelo nome de Saulo (Atos 7,58 e 9), que passou a ser chamado de Paulo (Atos 13,9). Ele, o Paulo, foi educado na lei de Moisés, na qual constavam os rituais de sacrifícios de sangue (Lv 1 a 10; 1Sm 1,21; 1Rs 8,62 e 63; Lc 2,23 e etc.) e Paulo passou a considerar a morte de Jesus na cruz como o sacrifício perfeito para redimir o gênero humano do poder do pecado. Para Paulo de Tarso todos os homens morreram em Adão e receberam a vida em Cristo (1Cor 15,21 e 22); Jesus entregou-se por nós a Deus como sacrifício (Ef 5,2); Cristo morreu por nossos pecados (1Cor 15,3) como um sacrifício único pelos pecados (Hb 10,12). A função do sacerdote para o Paulo era a de oferecer dons e sacrifícios pelos pecados (Hb 5,1). Como se vê Paulo, que foi educado na lei do sacrifício, aceitou e ensinou que a morte de Jesus foi sim um sacrifício perfeito. Por meio das epístolas de Paulo foi iniciada a construção do labirinto mental e teológico sobre a missão salvífica de Jesus, como também sobre Deus, a Vida e a Verdade. A conversão do perseguidor, Saulo ou Paulo, dos seguidores de Jesus para o grupo dos discípulos de Jesus foi sim por intermédio de uma intervenção do Espírito de Jesus (Atos 9,1 a 18) e Paulo ficou cego e sem comer e beber por 3 dias (Atos 9,9). Para alguém compreender bem o Paulo, que foi o único seguidor de Jesus, que foi convertido por Jesus em Espírito, precisa sim viver ou ter vivido algo semelhante ao que foi vivido por Paulo. Eu passei a compreender muito bem a experiência vivida por Paulo e o repentino processo de conversão dele porque vivi também experiências semelhantes, mas que duraram mais tempo (Janeiro de 1980 a 20 de Novembro de 1984) porque nenhum membro da hierarquia da Igreja me compreendeu ou me deu auxílio. Mas eu recebi o auxílio da Espiritualidade, inclusive dos Espíritos de Jesus e de Deus. Todo aquele que fica citando Paulo, sem ter vivido algo semelhante, fala de coisas que na realidade não tem conhecimento (Jo 3,11).

Paulo Neto (Publicado no dia 20/10/2014).
Nestor, muito bem lembrado essa sugestão de João, podemos ainda acrescentar que Paulo ao dizer que há o dom de discernimento dos espíritos (1Cor 12,10), já prova que são vários espíritos e não um só. Quando no versículo seguinte ele afirma ser um só espírito, provavelmente, está falando do espírito controle (um espírito santo), que ocorre em quase todas as comunicações e não o Espírito Santo da Trindade criada por Constantino.

Publicado no dia 20/10/2014.
Paulo. Entender o Paulo de Tarso não é nada fácil, pois ele de perseguidor dos seguidores de Jesus se transformou num dos mais importantes seguidores de Jesus no primeiro século da Era Cristã. No capítulo 12,1 a 11 da primeira epístola aos Coríntios, Paulo fala dos diversos dons do Espírito e cita que “é o único e mesmo Espírito” (1Cor 12,11), então esse Espírito faz acepção de pessoas, pois dá dons diferentes as pessoas.
Antes de 1980, eu era um defensor da vida única e não conhecia nada sobre mediunidade e por ficava sem entender a razão de muitas coisas. Mas me libertei dos ensinamentos dogmáticos da Igreja C. A. R. (digo assim para identificar a Igreja) e aceitei a verdade das vidas sucessivas, logo após tudo começou a ficar claro para mim, principalmente porque comecei a receber revelações da Espiritualidade. Entendi que cada pessoa recebe orientações ou revelações, que são muito parecidas com a sua crença. A primeira coisa para que cada pessoa comece a compreender a Verdade, que liberta (Jo 8,32), é aceitar que a Bíblia não é a palavra de Deus e que Jesus veio aqui nos ensinar o caminho do nosso aperfeiçoamento por meio da vivência do perdão e do amor. As pessoas, que ainda estão aprisionadas à fé, que cega o crente e também no labirinto mental e teológico, que foi criado pelos líderes religiosos do passado, nunca irão compreender que existe uma multidão de espíritos intuindo as pessoas.
A criação do dogma da Santíssima Trindade foi uma saída para aceitar a presença de muitos espíritos ao lado dos seguidores de Jesus e os teólogos impuseram que todos esses espíritos fossem um só e isso foi baseado nos ensinamentos do próprio Apóstolo São Paulo. Falar assim para quem ainda não conseguiu discernir os espíritos é motivo de ser chamado de blasfemo e herético.
As revelações dos espíritos sempre aconteceram para os seres humanidade e continuam acontecendo, veja que no Antigo Testamento Deus ou Iahweh era considerado como guerreiro, vingador, ciumento e que exigia sacrifícios de sangue para perdoar pecados e Jesus já passou a chamar a Deus de Pai (Mt 6,9), perfeito (Mt 5,48) e bom (Mt 19,17).
(Continua).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Qui, 17/Ago/2017 22:16 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.

Eis o que postei no jornal sobre o artigo do José Reis Chaves do dia 08/12/2014:

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/j ... a-1.958161

Publicado no dia 08/12/2014.
Para todos aqueles que defendem a salvação pela graça e não pelas obras, digo que defendo a tese de que quem alcança o céu o faz por merecimento e esforço próprio, pois o céu é um prêmio ou uma conquista. Utilizo do próprio Evangelho para defender esta minha tese, que é conforme os seguintes ensinamentos contidos nos Evangelhos:
“Parábola dos talentos”, (Mt 25,14 a 30). Ganham aqueles que trabalharam.
“Parábola das Minas”, (Lc 19,11 a 27). Será colocado sobre muito aquele que foi fiel no pouco.
“Julgamento Final”, (Mt 25,31 a 46). Entra para o “Reino dos Céus” aquele que visitou, vestiu, alimentou, ajudou e deu de beber.
“Parábola das Virgens”, (Mt 25,1 a 13), entraram para as bodas as virgens que possuíam o azeite.
“Aquele que crê, será salvo”, (Mc 16,16; Jo 3,15). É necessário “crer”. O homem é aquilo que ele pensa e acredita.
“Os que têm puro o coração verão a Deus”, (Mt 5,8). É preciso ter puro o coração.

Postei os textos sobre Verdade, que estão nesses endereços:
Bento XVI – Verdade.
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=142932#p142932
viewtopic.php?f=12&t=4615&p=142933#p142933

Publicado no dia 09/12/2014.
José Carlos Patriota. Todos nós recebemos ensinamentos religiosos com uma visão bem infantil, mas, à medida que vamos crescendo, necessitamos de ensinamentos mais claros e explicativos. Agora os líderes religiosos ficam aprisionados ao mistério da fé e não explicam nada sobre Deus e tenta enrolar àqueles que estão a busca da Verdade e que querem compreender bem aquilo que lhe foram ensinados como princípios indiscutíveis sob uma alegação de que ninguém consegue entender os desígnios de Deus. A ignorância dos líderes religiosos já fizeram sim muitos ateus. Agora cada um tem a sua história, mas para o seu caso cito aqui apenas o último julgamento, que está em Mateus 25,31 a 46 e no mesmo não se pergunta sobre a crença de ninguém e nem à qual igreja a pessoa pertenceu, mas apenas de tratou bem os outros para receber por herança o Reino que foi preparado para eles desde a fundação do mundo (Mt 25,34). Na realidade Deus não fundou nenhuma religião, mas todas foram fundadas por pessoas, que se intitularam como representantes de Deus na terra. E o principal objetivo de muitos fundadores de igrejas é sim o recebimento de dízimos e ofertas, que engordam as contas bancárias dos líderes religiosos.

Nestor Martins Amaral Júnior. (Publicado no dia 10/12/2014).
Apenas um esclarecimento, para o qual peço ajuda dos amigos espíritas. Voltando ao assunto "Espírito Santo" há uma coisa que eu ainda não entendi direito. Pelo menos não a vejo com muita clareza. O que tem sido dito é que há espíritos desencarnados em diversos estágios (atrasados e adiantados). Sendo assim, os espíritos desencarnados existentes na geração dos apóstolos, desconheciam a Boa Nova de Jesus (viveram antes). Portanto eram atrasados relativamente a esse tema. Como poderiam naquela passagem de Pentecostes, ter incorporado nos apóstolos e pregado a "Boa Nova" nas diversas línguas dos respectivos ouvintes?...

Publicado no dia 10/12/2014.
Nestor. O processo da evolução de cada espírito é sim específico de cada um... Muitos dos seres humanos que viveram antes da vinda de Jesus já eram sim reencarnações de espíritos evoluídos. Todos aqueles que ainda desconheciam os ensinamentos de Jesus aprenderam com o Mestre, pois eles podiam ouvir as pregações de Jesus. Quando Jesus foi pregado na cruz e entregou o Espírito, houve muitas manifestações de Espíritos, em Jerusalém (vide Mateus 27,51 a54). O Espírito de Jesus, após as primeiras aparições, foi assumindo o comando de todos os Espíritos até chegar à intensa manifestação acontecida no Pentecostes bíblico, quando houve sim uma manifestação de uma multidão de Espíritos. E todo aquele que não tem conhecimento da Espiritologia julga que foi apenas a manifestação do Espírito Santo, que é a terceira pessoa do mistério da Santíssima Trindade.

Divulguei o texto dos livros do Bento XVI – Labirinto, que está nesse endereço:
viewtopic.php?f=12&t=4946&p=142913#p142913

Divulguei o texto dos livros do Bento XVI – Cristãos ou Seguidores de Jesus, que está nesse endereço:
viewtopic.php?f=12&t=4946&p=142899#p142899

Publicado no dia 14/12/2014.
Carlos Michalski. Em Janeiro de 1980 comecei a me libertar dos ensinamentos dogmáticos da Igreja Católica Apostólica Romana e me libertei rapidamente porque no dia 11/01/1980 um dos meus professores do Seminário, do qual fui aluno por 6 anos e em 3 destes anos, ele ainda foi o meu conselheiro espiritual, me falou assim por telefone e pessoalmente: “Li tudo o que você escreveu e não tem nada de novo. Você precisa é de psiquiatra de não de padre”. Essa atitude do meu ex-professor do meu tempo de seminarista me ajudou tanto, pois me libertei rapidamente dos ensinamentos dogmáticos da ICAR e fui à busca e compreensão da Verdade, que liberta (Jo 8,32) e plena (Jo 16,13). Libertei-me também da cegueira da fé e só consegui entender a Verdade porque conheci a Doutrina Espírita no primeiro semestre de 1981. Comecei a receber revelações da Espiritualidade a partir de Janeiro de 1980, mas orientações eu já recebia desde o meu tempo de seminário.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Sex, 22/Set/2017 13:11 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Ver o endereço a saguir:
viewtopic.php?f=12&t=6046&p=146798#p146798
Destaque:
Citação:
(“Após consolidar a conversão à fé cristã, Agostinho abandonou o caráter científico que lhe era característico dedes a juventude, para tornar-se arauto de dogmas pretensamente infalíveis. Demonstração disso é o trecho no qual compara os opositores intelectuais do catolicismo a cães enlouquecidos: ‘Quero, ó meu Deus, conversar um pouco na vossa presença, só com aqueles que reconhecem como verdadeiras todas essas iluminações que a Vossa Verdade não esconde ao meu espírito. Os outros que a negam, ladrem para aí quanto quiserem até enlouquecerem...’ ” Pág. 321). Evolução do conhecimento e das revelações. Agostinho por ter procurado a Verdade intensamente deve tê-la encontrada, mas não tinha como divulgá-la nos séculos IV e V, pois o conhecimento teológico na época era sim muito imperfeito ou ainda inadequado. Existem revelações que só são compreendidas por quem as recebe muitos anos ou décadas depois e outras só irão ser compreendidas em encarnações futuras, esse foi e é o caso do número 666, que está no Apocalipse 13,18 (Ver cartas e mensagem sobre esse assunto). A Verdade verdadeira só pode ser compreendida com uma união perfeita entre Religião e Ciência. (19/07/2012).

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 24/Dez/2017 20:03 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um abraço.
Eis a primeira postagem que fiz nesse tópico:
Citação:
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Para mim existem muitos códigos na Bíblia e o mais famoso, no meu ponto de vista, é o número "666".
A minha primeira pergunta com relação ao número "666" é se ele é do BEM ou é contra o BEM?
Depois colocarei a minha opinião.
Paz plena... Rosário.
No dia em que descobri que o tão famoso número do "666", que está citado no Apocalipse 13,18, é do BEM passei a compreender melhor ainda a Bíblia.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Dom, 11/Fev/2018 15:30 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Nunca gostei de política, mas fiz algumas postagens em artigos sobre política e vou divulgá-los aqui...

Divulguei nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/capa/mundo/b%C ... o-1.685119
Publicado no dia 24/07/2013.
A descoberta de um exemplar da Bíblia de 1500 anos como este nada me preocupa, apenas vem em auxílio para que a Verdade possa ser melhor compreendida e explicada. Cada um escreve (ou escreveu) aquilo que melhor lhe agrada. Veja que está escrito que neste livro Jesus fala até da vinda de Maomé! É muito comum alguém escrever algo e colocar as palavras na boca de algum profeta do passado. O meu conselho é esse: ‘Leia de tudo, mas guarda aquilo que lhe seja útil. O que não pode ser provado e nem comprovado deixa em segundo plano’. Chegou o tempo do surgimento do Espírito da Verdade (João 16,13), que irá nos conduzir à Verdade plena.

Artigo de 13/11/2016, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%AD ... -1.1398730

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 13/11/2016. 11:52 AM Nov 13, 2016
Amigos. Paz plena.
No dia em que os Senadores da República forem homens honestos e realizados na Vida e que decidirem serem Senadores para ajudar o País e sem remuneração, pois já estão realizados na Vida. E os Deputados Federais e Estaduais só poderem ser reeleitos por uma vez e cuja remuneração fosse no máximo de 10 Salários Mínimos a nossa política iria sim ficar livre dos bandidos públicos e aproveitadores dos cargos políticos. Nesse dia a nossa Política seria honesta e justa.
Paz plena. Rosário.

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 14/11/2016. 5:02 PM Nov 14, 2016
Amigos. Paz plena.
A gente houve muito falar em democracia, mas os políticos só se lembram do povo na hora de pedir votos. Os tais governos democratas na realidade são sim uma grande enganação, pois o povo depois que o político é eleito vira nome feio para os próprios políticos.
O nosso sistema de Governo não é uma democracia, mas uma demoniocracia.
No dia em que me for apresentado um político honesto e justo, que nunca usou do tal “Caixa2”, então irei sim votar nele.
Eu me lembro muito bem quando estourou o escândalo do mensalão, veja que não estou falando do petrolão, o Lula estava em Paris representando o Brasil e ele falou assim numa entrevista sobre o escândalo do mensalão: “Gente, “caixa 2” na política do Brasil é coisa normal”.
Ele deveria sim falar: “Gente, eu não sei de nada. Vou procurar saber disso quando voltar para o Brasil”.
A máquina de Governo do Brasil é sim muito cara! Para que três senadores por Estado e para que tantos deputados federais, estaduais e vereadores? Os políticos deveriam receber como os professores, pois estes são sim muito mais úteis ao país! Paz plena. Rosário.

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 15/11/2016. 5:57 PM Nov 15, 2016
Política, Democracia e construtoras.
Digo que não vivemos numa democracia, mas sim numa DEMONIOCRACIA. Dizem que temos o direito de votar, isso não é verdade, pois somos obrigados a votar! Quando custa para o Governo fazer uma eleição? Esse dinheiro não tem retorno, pois muitas vezes são eleitos bandidos, terroristas, assaltantes de bancos e pessoas corruptas, como também pessoas que já foram raptores de representantes de embaixadas estrangeiras.
Os políticos só pensam no povo realmente nas vésperas de eleições: vejam como estão as ruas enfeitadas de propagandas dos políticos e todos aqueles que ali estão ganham sim os seus pagamentos. Quanta custa uma campanha política para cada candidato? A gente ouve falar em valores absurdos, que são gastos nas campanhas para que um candidato seja eleito e quanto mais alto é o cargo a ser disputado, então maiores são os gastos da campanha.
Os políticos querem sim é o PODER para poderem se apropriar do patrimônio público. Isso o presidente da câmara federal (do PT) no início de 2003 deixou claríssimo quando um repórter perguntou para ele o seguinte:
“Presidente; vocês agora querem aprovar tudo o que vocês eram contra no Governo do Fernando Henrique. Como explicar isso?”
E ele respondeu com a maior cara de pau:
“Nós queríamos era o PODER”.
Quem mais financia as campanhas políticas para os cargos majoritários são sim as construtoras e empreiteiras. Elas financiam todos os candidatos, pois estão fazendo investimentos para receberem obras depois e ai tirarão tudo àquilo que foi investido nas campanhas para todos os candidatos.
Quando era trabalhava numa empresa de laticínios, que construiu uma nova fábrica no interior de Minas Gerais e eu era o chefe do departamento de planejamento e controle da empresa (nos anos de 1991 a 1993). Foi feita uma pesquisa entre várias construtoras para executar a obra civil e quem ganhou foi a OAS, que é muito conhecida no mundo dos negócios do ramo.
Logo que a obra foi iniciada, que levou uns dois anos, a construtora começou a pedir reajustes fora do contrato entre as duas empresas e a minha sessão era a responsável pelas análises e sempre apresentamos estudos contrários ao que foi pedido além do contrato. Também éramos responsáveis pelos controles dos gastos. Numa certa vez aconteceu algo, que eu não posso dizer se foi apenas um erro humano ou se foi de má fé, pois veio uma nota fiscal da empresa com relação obra, que estava em andamento e já tinha paga pela tesouraria da empresa contratante. O responsável pelo controle dos gastos chegou para mim e me falou mais ou menos assim:
“Chefe. Está difícil fechar isso aqui. Lancei todos os valores nos grupos de investimentos e não fecham com o total da nota. Já conferi tudo e não encontrei erro meu!”
Ainda perguntei para ele em tom de brincadeira, mas séria:
“Você, já fez tudo e fiscalizou o seu trabalho e não encontrou nenhum erro seu!”. Ele confirmou:
“Sim, chefe”.
Aí eu perguntei a ele:
“Você já somou os valores dos itens da nota fiscal para ver se fecha com o total?”
Ele comentou que isso era impossível, mas foi fazer a soma e encontrou uma diferença entre os itens e o total da nota de valor um pouco acima de R$ 97.000,00. Isso deu uma confusão tremenda na empresa e entre as duas empresas. O valor foi abatido nas notas dos meses seguintes. Se fosse obra pública o erro teria sido pago e dificilmente iria ser descoberto.
Paz plena. Rosário.

Cinismo da Democracia – Artigo de 13/11/2016 do Vittorio Mediole, que está nesse endereço:
http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/v ... -1.1398836

Rosário Américo de Resende. Publicado no dia 17/11/2016. 6:13 PM Nov 17, 2016
Vittorio Mediole. Paz plena.
Parabéns pelo artigo.
Digo que não vivemos numa democracia, mas sim numa DEMONIOCRACIA. Dizem que temos o direito de votar, isso não é verdade, pois somos obrigados a votar!
Quando custa para o Governo fazer uma eleição? E ainda muitas em dois turnos. Essa de ter mais de 50% dos votos válidos é sim uma piada, uma enganação para que os políticos possam sim fazer conchavos para o segundo turno. Veja os votos nulos, em branco e as abstenções!
É muito mais importante vencer vários candidatos de uma só vez no primeiro turno do que vencer um só no segundo turno.
O dinheirão que está sendo proposto pelo deputado Marcus Pestana não tem retorno para o povo, mas dá para encher os bolsos de políticos donos dos partidos.
Entre os políticos eleitos vários já foram bandidos, terroristas, assaltantes de bancos e pessoas corruptas, como também pessoas que já foram raptores de representantes de embaixadas estrangeiras.
Os políticos só pensam no povo realmente nas vésperas de eleições: é só ver como as ruas ficam enfeitadas de propagandas e bandeiras dos políticos e todos aqueles que ali estão ganham sim os seus pagamentos. Quanta custa uma campanha política para cada candidato? A gente ouve falar em valores absurdos, que são gastos nas campanhas para que um candidato seja eleito e quanto mais alto é o cargo a ser disputado, então maiores são os gastos da campanha.
Muitos dos políticos querem sim é o PODER para poderem se apropriar do patrimônio público.
Paz plena.

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: Ter, 17/Abr/2018 21:27 
Offline

Registrado em: Sáb, 27/Jan/2007 20:14
Mensagens: 6670
Localização: Brasil - Belo Horizonte
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.

Às vezes, eu vou nas páginas iniciais desse tópico e releio tudo...
Julgo tudo muito engraçado, mas como o assunto é sim muito sério, então vou postar aqui de novo a mensagem de esclarecimento, que foi escrita por mim e que já foi postada aqui nesse tópico:

Belo Horizonte, 14 de Janeiro de 1990.
“UMA MENSAGEM DE ESCLARECIMENTO”
Antes de tudo para que essa mensagem tenha efeito e seja compreendida é preciso de que quem a leia seja humilde, inteligente, esperto e de mente aberta; isto é: os verdadeiros discípulos de Jesus.
Leia o Capítulo 13 do último livro da Bíblia Sagrada, o Apocalipse, principalmente o versículo 18. Lá verão o famoso número “666”, um código, que diz ser de um homem, que representa a “Besta Fera”.
Como São João Evangelista, discípulo de Cristo e filho de Zebedeu e Salomé, escreveu esse assunto (+ ou -) na década de “90”, então já fez 1.900 anos, era impossível para ele expressar com palavras o que hoje já sabemos: o famoso código é a “senha” ou “password”, que cada pessoa possui para acessar ou entrar nos sistemas de processamento de dados e buscar as suas informações ou o seu “saldo bancário”, ou seu crédito. Quem for inteligente entenderá, que esses sistemas de controle serão ampliados....e isso é irreversível.
Então o “666” não é tão feio como se pinta. Há muita coisa errada e falsamente interpretada.
O “666” será alguém que virá esclarecer muitos erros, muita dúvida e ajudará a descobrir a Verdade, que liberta. Quem conhece o livro “A Caminho da Luz” irá compreender que existem também falsos orientadores, falsos mestres e falsos interpretadores no plano espiritual, escrevendo mediunicamente, pois neste livro se refere ao “666” e diz quem é a Besta Fera do Apocalipse (“A Caminho da Luz” é um livro mediúnico escrito pelo Emmanuel e pela psicografia de Francisco Cândido Xavier).
O “666” será taxado de Anticristo ou de Besta Fera por todos aqueles que vivem da boa fé alheia, que vivem de dízimos, que vendem a salvação, que vendem a vida eterna, que se intitulam como os únicos representantes de Deus e que ensinam que só pela religião deles é que se pode salvar.
O “666 será temido, odiado e considerado um grande terror por todos aqueles que são infiéis em tudo, que são adúlteros, que são corruptos, que são falsos, que fazem leis em benefício próprio, que são políticos para roubar do patrimônio público, que utilizam dos cargos públicos ou privados para receber ou cobrar propinas, que assaltam o patrimônio do povo como também as propriedades privadas, que perseguem aos “inimigos políticos” derrotados nas urnas, que roubam, que matam, que exploram aos outros irmãos, que possuem “gordas contas nos bancos suíços”, protegidas por códigos ou números, que tudo fazem como agentes do mal, que utilizam das mil maneiras dos safados, dos corruptos, dos desonestos, dos falsos, dos maus e dos lobos.
O “666” será considerado também como o mensageiro da paz, da luz, da liberdade, do amor, da união, da verdade e da perfeição por todos aqueles que realmente são filhos(as) de Deus, são cristãos(ãs), são pessoas humanas, são bons (boas), mas estão sendo explorados(as) pelos filhos dos homens, que se intitulam de representantes ou lugares-tenentes de Deus na terra.
O “666” é a reencarnação do próprio espírito do Apóstolo São João Evangelista, vivo em outro corpo. Entenda quem possa entender...... Rosário Américo de Resende.

Esse mensagem já foi publicada nesse endereço:
viewtopic.php?f=12&t=3813&p=68579#p68579

_________________
Paz plena... Rosário. ("Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" - João 8,32).


Editado pela última vez por Rosário em Seg, 16/Jul/2018 17:48, em um total de 1 vez.

Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 430 mensagens ]  Ir para página Anterior  1 ... 25, 26, 27, 28, 29  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB® Forum Software © phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB